Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 29 de maio de 2024

Maceió

Secretaria da Saúde de Maceió realiza ação de combate à dengue no estádio Rei Pelé

Secretaria da Saúde de Maceió realiza ação de combate à dengue no estádio Rei Pelé

(Imagem: Jonathan Lins/Secom Maceió)

Agentes de endemias da Secretaria de Saúde de Maceió realizaram nesta terça-feira (14) uma ação de fiscalização no estádio Rei Pelé, no Trapiche da Barra. As atividades fazem parte do calendário de rotina do órgão, com equipes que vistoriam diariamente diversos pontos da capital com o objetivo de identificar e eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti, além de orientar a população como se prevenir das doenças transmitidas pelo vetor.

Os profissionais percorreram todo o estádio e inspecionaram diversos locais, como área externa, fossos, caixas d’água, cisternas e outros ambientes que podem acumular água parada, servindo como criadouro para as larvas do mosquito.

Edilson Anastacio, supervisor das ações da dengue do II Distrito Sanitário, disse que o estádio é monitorado a cada 15 dias pelos agentes de endemias, que verificam possíveis riscos para a população. “Olhamos todos esses ambientes, eliminando os criadouros possíveis, como objetos que acumulam água parada, fazemos a aplicação do larvicida em reservatórios, como caixas d’água e emitimos um relatório com as recomendações sobre os pontos observados durante a vistoria, para que sejam feitas adequações, como limpeza de ambientes”, destaca.

Edilson Anastacio, supervisor das ações da dengue do II Distrito Sanitário. Foto: Jonathan Lins - Secom Maceió
Edilson Anastacio, supervisor das ações da dengue do II Distrito Sanitário. Foto: Jonathan Lins - Secom Maceió

“É preciso lembrar também, que o município faz a sua parte, que é vistoriar, tratar esses criadouros, mas a população também precisa se conscientizar e não jogar lixo nesses locais, pois isso favorece muito o risco desses objetos virarem criadouros do mosquito e com isso aumentarem os casos de dengue”, completa Edilson Anastacio.

Além dos trabalhos realizados no estádio, os agentes de endemias do II Distrito Sanitário também realizam vistorias em toda a região do Prado, Pontal, Trapiche e Vergel, realizando visitas domiciliares e orientando os moradores sobre a importância da prevenção contra o mosquito e fazendo intervenções, como eliminação de criadouros e aplicação de larvicidas, quando necessário.

Foto: Jonathan Lins / Secom Maceió
Foto: Jonathan Lins / Secom Maceió

Demais ações 

Além de realizar as visitas domiciliares, os agentes de endemias atuam em pontos estratégicos como borracharias, oficinas e cemitérios, que apresentam maior propensão ao acúmulo de água parada. Os profissionais também monitoram prédios públicos, escolas, postos de saúde e hospitais, instituições onde são disseminadas informações educativas sobre prevenção e tratamento da dengue.

Inspeção de imóveis denunciados pela população

A população pode ajudar se engajar nessa luta e denunciar imóveis suspeitos de abrigar focos do mosquito através de um serviço de atendimento, como o Disk Dengue (82) 3312-5495 / WhatsApp: (82) 98232-8101 disponibilizados para esse fim. Os agentes de saúde realizam inspeções nestes locais denunciados para identificar e eliminar possíveis criadouros.

Foto: Jonathan Lins / Secom Maceió

*Redação com Secom Maceió