Aguarde. Carregando informações.
MENU

Segunda-Feira, 14 de junho de 2021

SOLDADOS DE CHUMBO!

COLUNISTAS André Barros

Pós graduado em Direito Penal. Mestrando em educação da Unisul. Pesquisador do Grupo de Pesquisa em Análise do Discurso Jurídico (GPADJUS/CNPq).

SOLDADOS DE CHUMBO!

SOLDADOS DE CHUMBO!

(Imagem: Reprodução)

Por que investir tanto na Polícia Militar, se isso não vem resolvendo o problema da criminalidade? Pagando tantos impostos, todo cidadão deveria fazer essa pergunta. E, se o leitor costuma criticar os policiais militares, certamente sabe que eles não são super-heróis!

Realmente, eles não são, porque o uniforme não transforma ninguém em Super-homem. O policial militar é apenas alguém fardado que dispõe de coragem e abnegação, que arrisca a própria vida para garantir a segurança de todos. Os super-heróis só existem na imaginação...

Imagine o leitor como seria sair de casa para trabalhar sem saber a que horas voltaria, ou mesmo, se voltaria para reencontrar a família. Pense como seria evitar um crime, salvar pessoas, prender criminosos e não contar com a gratidão de ninguém, ainda ter que ouvir aquelas velhas críticas genéricas. Imagine como seria trabalhar sem poder errar, ter que decidir e agir com o máximo de rapidez e precisão para evitar lesões ou a morte de alguém. Imagine ainda, passar por tudo isso e ser mal remunerado... Feito esse breve exercício de imaginação, é preciso rever a opinião, do senso comum, sobre os policiais militares.

Não é fácil conviver com incertezas, garantir a ordem pública, o patrimônio, salvar vidas e não ser reconhecido. É perturbador trabalhar sem ter o direito de errar e conviver com a censura pública generalizada sobre si. Não é fácil conviver com a probabilidade cotidiana da morte rondando seu trabalho...

Por fim, se o leitor chegou até aqui e não entendeu o título deste texto, saiba que o aço é metal duro, mas quebradiço: quebra ao receber uma forte pancada. O chumbo é macio, resiste aos impactos, por mais fortes que sejam: desgasta-se, amassa, mas não quebra, porque é capaz de absorver as pancadas que recebe.

Desgaste físico e psicológico, falta de reconhecimento, censura, críticas constantes e risco de morte são as mais fortes pancadas que os militares vêm suportando. Mas, ainda estão de pé, desgastados, porém firmes, porque não são de aço: são soldados de chumbo!

Enquanto houver conflitos sociais, a força policial será necessária. E, o que é necessário não precisa ser amado nem odiado, mas deve ser reconhecido e respeitado! Crítica exige ponderação!