Aguarde. Carregando informações.
MENU

Sábado, 23 de março de 2019 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Com Ronda no Bairro, população redescobre tradição de frequentar espaços públicos

COLUNISTAS Edlúcio Donato

Com Ronda no Bairro, população redescobre tradição de frequentar espaços públicos

Com sensação de segurança elevada e opções de lazer, crianças, adultos e idosos readquirem o hábito de se divertir ao ar livre em equipamentos urbanos

Com Ronda no Bairro, população redescobre tradição de frequentar espaços públicos

rb (Imagem: Adailson Calheiros e Thiago Tarelli)

Que a população aprova o policiamento de proximidade do Ronda no Bairro já não é uma novidade, mas o que anda chamando a atenção e agradando ainda mais os moradores, comerciantes, turistas e frequentadores das áreas comerciais atendidas pelo programa é a possibilidade de aproveitar com segurança os espaços públicos.

É o que conta Ana Maria dos Santos Silva, 68 anos, moradora do Jacintinho desde os 13 anos de idade na região da Praça do Mirante. “Hoje as crianças brincam, jogam bola e está mais tranquilo. Antigamente era muita confusão. Os caras faziam as coisas erradas e corriam para cá. Com o Ronda aqui, os maus elementos não vêm mais para cá. Hoje em dia isso não acontece mais”, enfatiza a idosa.

Com sensação de segurança elevada e atividades de qualidade, Ronda no Bairro devolve espaços públicos à população (Fotos: Adailson Calheiros e Thiago Tarelli)

Com um trabalho amplo e minucioso, a equipe de Articulação e Mobilização Social do Ronda consegue elaborar um diagnóstico sociocultural de cada comunidade e promover, através de parcerias, ações de cunho cultural, esportivo e de lazer para movimentar esses equipamentos públicos.

Para abarcar todas as ideias e demandas de cada nicho populacional foi necessário criar dois projetos distintos, os principais no âmbito social do programa: o Ronda no Bairro Cultural e o Ronda no Bairro Presente, que levam apresentações artísticas e folclóricas que valorizam a cultura alagoana, além de ofertar ações de cidadania em espaços públicos como praças e mirantes, fazendo com que esses equipamentos urbanos sejam ocupados com qualidade pela população.

 Com sensação de segurança elevada e atividades de qualidade, Ronda no Bairro devolve espaços públicos à população (Fotos: Adailson Calheiros e Thiago Tarelli)

Vale ressaltar que o aspecto mais importante desse trabalho está em dialogar com os mais diversos atores inseridos no dia a dia de cada território, pois todas essas atividades são definidas a partir dessa escuta, numa forma de incentivar o protagonismo social, outro marco alcançado pelo programa do Governo do Estado.

“A nossa parceria com o Ronda no Bairro é excelente, veio para mostrar que segurança vai além da presença policial. Levar cultura e ações sociais para o povo, jovens, adultos e crianças, também é prevenir a violência e é essencial para a qualidade de vida do povo alagoano. Espero que muitas outras ações possam acontecer em conjunto ainda este ano”, afirma o presidente da Associação dos Folguedos Populares de Alagoas (Asfopal), Cícero Silva de Farias.

O índice de crimes nesses espaços caiu consideravelmente após a chegada do Ronda no Bairro, pois no âmbito da prevenção à violência, uma das fórmulas de ouro é manter espaços públicos bem iluminados, ocupados de forma correta e com atrativos para a população, como reitera o subcomandante do programa, capitão PM Andrade.

Com sensação de segurança elevada e atividades de qualidade, Ronda no Bairro devolve espaços públicos à população (Fotos: Adailson Calheiros e Thiago Tarelli)

“Segurança pública não se faz de forma isolada. É preciso que a sociedade entenda de que maneira pode contribuir com as forças de segurança para que possamos alcançar índices cada vez menores de violência em nosso Estado. E o Ronda, por unir o policiamento de proximidade com ações de cidadania e cultura, devolve à população o hábito de frequentar praças e mirantes”, conclui.

Segundo Jorge Souza Santos, morador da Jatiúca há 20 anos, essa nova forma de fazer segurança pública é bem válida. “A presença do Ronda inibiu as ações dos criminosos por aqui. Antigamente era assalto direto, roubo de celular, carteira e até bicicleta. Hoje em dia não vejo mais falar. As pessoas também voltaram a frequentar o Corredor Vera Arruda. Até novos empreendimentos comerciais foram abertos por aqui. Realmente fez muita diferença”, disse.

 

 

*Agência Alagoas

Comentários