Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 17 de outubro de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Mais uma Vez: A Educação do Município de Teotônio Vilela é Premiada

COLUNISTAS Blog do Tinho

Mais uma Vez: A Educação do Município de Teotônio Vilela é Premiada

Mais uma Vez: A Educação do Município de Teotônio Vilela é Premiada

(Imagem: )

 

Em 2018 a Educação Vilelense se destaca mais uma vez no cenário estadual, além de estar entres os melhores IDEBs do Brasil, o segundo melhor em Alagoas, tem a satisfação de ter entre os seus professores, três vencedores na 11ª edição do Prêmio professores do Brasil – Etapa Estadual.

A Secretária de Educação do Município, Noêmia Barroso Pereira, ponderou que o Prêmio Professore do Brasil é uma iniciativa do Ministério da Educação juntamente com instituições parceiras que busca reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

“Nós que fazemos a Educação Vilelense nos sentimos honrados em confirmar, a cada dia, a evolução dos processos educativos desenvolvidos nesta rede municipal de ensino, a partir do compromisso e dedicação de profissionais tão brilhantes”, afirmou Noêmia Pereira.

O referido prêmio foi conquistado nas categorias concorridas:

Pré-escola

Prof. Sérgio Roseno da Silva

Relato da Prática - A capoeira como instrumento pedagógico para o letramento e a formação integral na Educação Infantil.

CMEI Luzinete Soares da Silva (antiga Vovó Zirlene).

4º e 5º anos do Ensino Fundamental

Profa. Édna malta de Oliveira

Relato da Prática - Projeto Além dos muros da escola: uma perspectiva freiriana da prática de leitura.

EMEFI Alcides dos Santos Andrade (antiga Gov. Moacir Lopes de Andrade).

6º ao 9º ano do Ensino Fundamental

Profa.  Ana Clarícia dos Santos Costa

Relato da Prática – Incluir e produzir ensino com resultados de qualidade

EMEF Aurélio Buarque de Holanda.

Ressaltamos ainda que a profa. Kreysielle Silva de Oliveira, do CMEI Luzinete Soares da Silva (antiga Vovó Zirlene), foi destaque com o Relato da Prática – Tá chovendo letras no sertão.

 

 

Comentários