Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 19 de dezembro de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Interior

Alunos de Atalaia são aprovados no exame de seleção do Ifal

Alunos de Atalaia são aprovados no exame de seleção do Ifal

Ex-estudantes da rede municipal de Atalaia iniciam o ano de 2018 comemorando uma vitória especial, sua aprovação no exame de seleção do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), para os Campus de Maceió e de Satuba. Com os incentivos realizados pela Prefeitura de Atalaia, através da Secretaria de Educação, 22 alunos do 9º ano e também da EJA, conquistaram importantes vagas em uma das melhores instituições de ensino do Estado de Alagoas, dando assim um enorme passo rumo a um futuro profissional promissor.

 

O papel desenvolvido por algumas unidades de ensino, a exemplo das Escolas Antônio Vieira e Suzana Craveiro, foram de extrema importância para o processo de preparação para o Ifal, já que ofertaram, além da carga horária normal de aulas e de um bom time de profissionais, reforços e aulões extras que auxiliaram os alunos na aprendizagem. Para o coordenador técnico dos Anos Finas do Ensino Fundamental, Charles Douglas e para a coordenadora da EJA, Rosa Maria , o número de aprovados pode aumentar com a segunda chamada. “Foram ações desenvolvidos ao longo do ano que obtiveram êxito em seus resultados e salientamos que poderemos aumentar o número de alunos aprovados no processo seletivo do Ifal na segunda chamada. Parabenizamos aos alunos regulares e da EJA, que ampliaram seus horizontes com este vitória, que foi apenas o primeiro degrau de muitas vitórias que estão por vir”.

 

Além do curso preparatório gratuito, os alunos atalaienses que realizaram a prova no último dia 03 de dezembro, contaram também com o transporte disponibilizado pela Prefeitura. Durante todo o ano, o município de Atalaia garante ainda o transporte dos alunos para o Ifal e também para todas as faculdades localizadas nos municípios de Satuba e Maceió.

 

De acordo com o secretário-adjunto de Educação, Mauricio Aureliano, a gestão continuará envolvida com esse acompanhamento mais próximo na preparação dos alunos para provas como a do IFAL. “Esse trabalho é parte de um desenvolvimento estratégico iniciado na atual gestão do prefeito Chico Vigário, onde as Escolas se basearam em experiências exitosas em outras Escolas da nossa rede e apoiamos esse resignificar do fazer pedagógico. Hoje, essas ações que aparentemente são pequenas, mas que com o passar do tempo vamos vê que elas se tornaram gigantescas, porque esses alunos voltarão às Escolas e demonstraram sua experiência para os outros alunos que esse ano irão prestar a seleção”, comenta o secretário-adjunto, destacando que a expectativa é que neste ano aumente o número de Escolas envolvidas neste processo.

 

“Desejamos que todas as Escolas de 6º ao 9º ano trabalhem nessa linha. A nossa intenção é que seja algo natural e desejado pela própria Escola, até porque estamos em um momento de democratização da gestão e ela será plena”, concluiu Mauricio Aureliano.

 

Para Franciely Vitória, aluna da Escola Suzana Craveiro em 2017, aprovada em agropecuária, ter essa preparação dentro da Escola foi decisiva na realização desse sonho. “Tivemos a dedicação dos professores em cada aulão realizado, nos ajudando em nossa preparação nesta prova. Agradecemos aos professores e ao diretor Fernando, por toda essa dedicação com seus alunos. Que neste ano os alunos vejam que também são capazes de passar no IFAL assim como eu e meus colegas passamos”, destacou a aluna.

A aluna da Escola Antônio Amâncio em 2017, Luciana Neves, aprovada em Química no IFAL, bastante emocionada, demonstrou sua felicidade e destacou o orgulho que sua família vem tendo por conta desse resultado. “Lutei e estudei muito para obter esse resultado, fui aprovada com 23, em 12º lugar e espero que os alunos vejam nosso exemplo e busquem ter interesse na realização desse sonho”.

 

Os gestores comemoram não só as aprovações, como o maior envolvimento dos alunos que se prepararam para a prova. Para Robson Fernando, diretor da Escola Suzana Craveiro, sem a participação e dedicação dos alunos, esse resultado não teria sido possível. “Tivemos oito alunos aprovados de dezoito que fizeram a prova e isso mostra que foi um trabalho sólido. Foi um trabalho em equipe, que contou com o envolvimento dos professores, coordenadores, direção, dos pais e dos nossos alunos que participaram dos aulões e de outros momentos que tivemos com eles”.

 

Já a diretora Sandra Vilma, da Escola Antônio Vieira, o acompanhamento mais próximo na preparação desses alunos vem sendo coroado com os resultados positivos. “Estamos desde 2015 realizando esse trabalho e a cada ano estamos aprovando cada vez mais. É um trabalho importante, pois estamos vendo que esses jovens não vão parar seus estudos e encaminham para ter um futuro mais promissor”.

 

A gestora da Escola Antônio Amâncio, Leila Monteiro, a Escola vem desempenhando seu papel de preparar seus alunos para buscar seus objetivos. “A nossa Escola é a maior do município e temos uma preocupação maior com nossos alunos dos nonos anos, pois estarão dando um passo importante para o ensino médio. Em 2017 tínhamos mais de cem alunos, mas a grande maioria não pôde pagar a inscrição, mas neste ano estamos com um projeto para que possamos até mesmo arcar com essas despesas, possibilitando assim que mais alunos possam fazer a provar e conquistar esse importante objetivo”.

 

Historicamente, em Atalaia, a Escola Antônio Amâncio sempre realizou um trabalho de preparação dos alunos do 9º ano para esse processo seletivo, tendo como principal incentivador o professor Cícero Pereira, popularmente conhecido como Cícero Pita, que através das aulas de reforço, contribuiu para que os alunos pudessem concorrer a uma vaga no IFAL. Em 2015, na gestão de Sandra Vilma e José Tamyr, foi a vez da Escola Antônio Vieira, situada no Mirante de Atalaia, dá inicio a esta formação, onde professores, que se dispuseram, ficaram com a responsabilidade de ensinar em horário contrário os seus alunos do 9º ano e EJA. Essa iniciativa foi seguida por outras Escolas, a exemplo da Suzana Craveiro, Dr. João Carlos, entre outras.

 

Confira a relação dos aprovados:

 

ESCOLA MUNICIPAL DR. JOÃO CARLOS (DISTRITO BRANCA)

Aluna: Amanda Diogo Cavalcante

 

ESCOLA MUNICIPAL JOÃO CORDEIRO DE SOUZA JÚNIOR (DISTRITO OURICURI)

Aluna: Aline Ranyelle Felix da Silva (Agroindústria)

 

ESCOLA MUNICIPAL SUZANA CRAVEIRO COSTA DE MEDEIROS

Alunos:

Thomaz Roberto Inácio da Silva (Eletrônica)

Amós Aureliano (Informática)

Luiz Carlos Vilela dos Santos (Informática)

Diego Lyra Rodrigues (Eletrônica)

Carlos Alberto Lopes dos Santos (Mecânica)

Maria Thainara Canuto de Melo (Química)

Franciely Vitória dos Santos Silva (Agropecuária)

Marcos Antônio dos Santos (Agropecuária)

 

ESCOLA MUNICIPAL ANTÔNIO AMÂNCIO DE MELO BASTOS

Alunos:

Luciana Neves Rodrigues

Felipe Gabriel M. Santos

José Gabriel Alves da Silva

 

 

ESCOLA MUNICIPAL ANTÔNIO VIEIRA DA COSTA

Alunos:

Wilson Pedro de Oliveira Santos (Agropecuária)

Bianca Almeida da Silva (Agropecuária)

Rikelmy da Silva Honório (Informática)

Luiz Henrique Vicente Monteiro (Informática)

Luciano Lucas da Silva Bezerra (Mecânica)

Miriany Hipólito dos Santos (Edificação)

 

*Manoel Vitor Vieira da Silva (Agropecuária)

*Beatrice Felix de Oliveira (Mecânica)

*Bruno Rangel Felix da Silva (Mecânica)

 

* Os três últimos alunos, são alunos da Escola Estadual Floriano Peixoto, mas são ex-alunos da Escola Antônio Vieira e também participaram do curso preparatório realizado pela Escola municipal.

*Ascom Atalaia

Conteúdo de responsabilidade do autor.

Comentários