Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 28 de fevereiro de 2024

Agenda cultural

Diretoria de Teatros promove espetáculo de diversidade cultural

Diretoria de Teatros promove espetáculo de diversidade cultural

(Imagem: Ascom da Diteal)

A Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (Diteal) promove, na próxima segunda-feira (11), o espetáculo “Diversidade Cultural: uma homenagem aos 113 anos do Teatro Deodoro”.  O evento será realizado no Teatro Deodoro, a partir das 19h. Com entrada franca, o espetáculo procura exibir os resultados de todas as atividades que são realizadas periodicamente no Complexo Cultural Teatro Deodoro, com apresentações musicais, teatrais e de danças da cultura alagoana.

Nidiane Oliveira, da Gerência Artística e Cultural da Diteal, explica o objetivo do evento: “Esse espetáculo é uma forma de agradecer aos nossos parceiros que, com tanta diversidade cultural, nos ajudam a promover a arte e a cultura na Diteal”, diz Nidiane.

Uma das apresentações será da Cia. Cultural Flor Q’se Cheire, que tinha como objetivo inicial a troca de experiências e vivências entre pessoas a partir de 60 anos através da dança. Apresentando Ciranda, Coco de rosa, Baianinha Dona Fulô, Baianá, Pastoril e Guerreiro. “Frutos de muitos ensaios, trará o melhor que cada integrante do grupo preparou”, diz Hortência de Farias, uma das idealizadoras e coordenadoras do projeto.

A presença de Chau do Pife, músico e instrumentista  reconhecido pela comunidade alagoana, está confirmada. Tocador de pife há mais de 30 anos, Chau ministra oficinas frequentes na sala de música, levando a música às atuais e futuras gerações. Sandra Menezes, diretora-presidente da Diteal, destaca a importância do evento: “Essa parceria existiu através de um café da manhã quando, na mesa, estavam nossos produtores parceiros que durante todo o ano fazem a Diteal viva. Vai ser um grande desafio delicioso, no qual todos, conjuntamente, levarão arte para o povo alagoano”, diz a gestora da Diteal.

Sandra Menezes destaca ainda o apoio à cultura local e aos artistas que dela sobrevivem como forma de expressão. “Um povo sem identidade cultural, sem relembrar seus antepassados que a moldaram, é um povo sem pertencimento. Precisamos sempre recordar e comemorar quem somos e de onde viemos”, completa Sandra Menezes.

Seguem abaixo as apresentações:

1 - Cia. Cultural Flor Q'se Cheire

2 - Chau do Pife.

3 - Turma de Expressão Corporal do Professor Edu Passos

4 - Balé Clássico da Professor Rosa

5 - Coletivo Nossa Gente Alagoana do Professor Elvis

Encerramento: Grupo de Dança Afro-Brasileira Afojuba

*Agência Alagoas