Aguarde. Carregando informações.
MENU

Domingo, 27 de maio de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Brasil

Maior traficante de armas do Brasil se declara culpado

Maior traficante de armas do Brasil se declara culpado

(Imagem: Divulgação)

Frederick Barbieri, considerado o maior traficante de armas do país, se declarou culpado e admitiu que enviava armas para o Brasil. Ele está preso nos Estados Unidos desde fevereiro desse ano e participou de audiência nesta terça-feira (15) na Flórida.

A Justiça americana divulgou um comunicado informando que Barbieri confessou "exportar ilegalmente armas de fogo, acessórios e munição do sul da Flórida para o Rio de Janeiro.

Ele foi responsável pelo envio de 60 fuzis que foram apreendidos no Aeroporto Internacional do Rio, em junho do ano passado. As armas estavam dentro de aquecedores de piscina em contânineres vindos de Miami.

As autoridades americanas descobriram que entre maio de 2013 e fevereiro desse ano, Barbieri se juntou a outros criminosos para obter armas de fogo com números de série adulterados e enviou essas armas por transportadoras internacionais, sem informar o que havia dentro.

O comunicado diz ainda que nem Barbieri, nem os comparsas, tinham licença ou outro documento do departamento de estado dos Estados Unidos para exportar qualquer tipo de armamento.

A Justiça da Flórida marcou para o dia 19 de julho para definir a sentença de Barbieiri, cuja pena pode chegar a até 25 anos de prisão. Fontes da promotoria da Flórida dizem que a confissão faz parte da decisão de Barbieri em colaborar com a justiça em troca de uma redução da pena.

O senhor das armas, como ele é conhecido, é investigado desde 2009 no Brasil. No entanto, fugiu para os Estados Unidos, onde conseguiu a cidadania americana.

Desde 2015, a justiça brasileira decretou a prisão de Barbieri por tráfico internacional de armas, mas só em junho do ano passado ele entrou para lista de procurados da Interpol.

*G1

Comentários