Aguarde. Carregando informações.
MENU

Sábado, 18 de agosto de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Carnaval

Carnaval de Olinda coloca Trump e Kim Jong-un frente a frente

Carnaval de Olinda coloca Trump e Kim Jong-un frente a frente

(Imagem: EFE/Ney Douglas)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, ficaram frente a frente no carnaval de Olinda nesta segunda-feira - pelo menos as suas versões retratadas nos tradicionais bonecos gigantes que desfilaram junto com outras 80 figuras pelas ladeiras da cidade de Pernambuco.

A chuva que caiu sobre Olinda atrasou o tradicional desfile, mas não desanimou a multidão, que não parava de vibrar com os músicos e dançarinas de maracatu e frevo.

O artista plástico Leandro Castro foi o criador da alegoria de Kim Jong-un e um dos encarregados de "promover a paz" entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte no carnaval de Olinda, cidade declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade.

"Aqui no Brasil uodo acaba em paz e em Pernambuco, em frevo. É um momento de reflexão, de pensar em um mundo melhor, em um mundo de paz", disse Castro à Efe.

O desfile, que acontece em todas as segundas-feiras de carnaval, também contou com a "presença" de estrelas musicais, políticos e dos protagonistas das investigações da Operação Lava Jato, como o juiz Sergio Moro.

A versão gigante de Michael Jackson voltou a aparecer por Olinda, onde também estiveram os Beatles e uma Ivete Sangalo ainda grávida.

Também dançaram pelas ruas da histórica cidade uma "agigantada" Frida Kahlo e o boneco representando Neymar.

*EFE

Comentários