Aguarde. Carregando informações.
MENU

Terça-Feira, 21 de maio de 2019 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Cotidiano

Suposta entrevista de ex-funcionários da Livraria Cultura viraliza na web e causa polêmica

Suposta entrevista de ex-funcionários da Livraria Cultura viraliza na web e causa polêmica

(Imagem: Reprodução)

O site Passa Palavra divulgou uma matéria que seria uma entrevista com alguns ex-funcionários da Livraria Cultura e as revelações causaram grande polêmica e viralizaram nas redes sociais. A reportagem intitulada ‘Pacto de Mediocridade: a guerra subterrânea dos trabalhadores da Livraria Cultura’ começa dizendo que o país tem acompanhado a falência de grandes livrarias, porém apenas o lado dos patrões vinha sendo mostrado.

A intenção da entrevista é exibir o outro lado da moeda, ou seja, o ponto de vista dos funcionários.

Foi por isso que começou a polêmica, pois a matéria diz que três ex-funcionários decidiram contar tudo o que acontecia dentro da empresa durante o tempo em que estiveram lá e os relatos são surpreendentes. Seriam ex-funcionários que trabalharam em lojas diferentes entre os anos de 2013 e 2016.

O relato começa dizendo que a Livraria Cultura foi gerenciada pela mesma família por muitos anos, mas depois o Itaú teria entrado como acionista e aí começaram os cortes. Vendedores com salário de R$ 5 mil foram demitidos e depois novos funcionários foram contratados para os mesmos cargos recebendo cerca de R$ 2 mil. Depois vieram novos cortes e algumas unidades ficaram quase que sem funcionários.

Em 2013, teria acontecido uma demissão em massa na unidade em Curitiba, depois que uma das funcionárias compartilhou uma mensagem na rede interna, criticando a política de pagamento da Livraria Cultura, o que teria deixado os patrões furiosos. A jovem reclamou que ninguém sabia como a comissão era calculada e a empresa pagava da forma que achasse melhor.

Ela foi demitida e também aqueles que responderam ou comentaram a imagem enviada por ela.

E o site promete uma continuação desta entrevista bombástica. A Livraria Cultura ainda não comentou nada a respeito e enquanto isso, a história continua causando grande polêmica nas redes sociais. Nomes não foram citados.

*1News

Comentários