Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 29 de maio de 2024

Educação

Semed de Maceió lança curso de língua portuguesa para indígenas Warao

Semed de Maceió lança curso de língua portuguesa para indígenas Warao

(Imagem: Thony Nunes/ Ascom Semed)

O primeiro curso de língua portuguesa da Secretaria Municipal de Educação (Semed) para estrangeiros de Maceió foi lançado, nesta sexta-feira (19), na Casa de Ranquines, localizada na Cidade Universitária, em um dia de luta e celebração pelos direitos indígenas.

Além de homenagear o Dia dos Povos Indígenas, o evento também teve o objetivo de promover mais uma política pública de inclusão da etnia venezuelana Warao na capital alagoana.

As aulas

O Curso de Língua Portuguesa para Estrangeiros tem a previsão de começar no próximo dia 6 de maio, com uma turma de 30 alunos adultos da etnia Warao.

Serão duas aulas por semana, às segundas e às sextas-feiras, sempre na Casa de Ranquines. Uma vez que os indígenas moram atualmente no local, eles não vão se deslocar para o curso, ministrado pelo professor Elton Ferreira.

Os alunos também vão receber um kit pedagógico completo e alguns materiais para a escrita e a realização de atividades em sala. Paralelamente às aulas, profissionais da Semed vão ao local para fazer dinâmicas com os filhos, com a finalidade de proporcionar uma maior concentração aos estudantes.

“A proposta é fortalecer as possibilidades de trabalho com a língua portuguesa, como também oferecer um suporte para melhorarem as relações sociais, de trabalho, educacionais, tendo em vista que essa etnia não fala português", frisou o coordenador de Educação em Direitos Humanos e Cidadania da Semed, Luciano Amorim.

Para a coordenadora de Formação da Semed, Regina Buarque, o aprendizado de uma nova língua num país estrangeiro promove a inclusão social. "A gente sabe que a aquisição de um novo idioma, para além de apenas aprendê-lo, é constituído como instrumento de inclusão social. Então, esse curso vai permitir que eles tenham uma melhoria na comunicação, bem como no mercado de trabalho".

A liderança indígena, Aníbal Pérez, agradeceu a hospitalidade dos maceioenses e comemorou sua inscrição no curso. Ele contou que ao aprender o português, isso significa que eles vão dominar um terceiro idioma, além do espanhol e da língua Warao.

"Para mim é uma grande honra contar com o suporte de vocês. A gente fica muito agradecido. Vocês são pessoas que nos recebem bem. Esse curso de capacitação vai me ajudar muito a dialogar com as pessoas daqui, a aprender ainda mais outro mundo, outra cultura", destacou o líder indígena.

Ao final do evento, o grupo Warao protagonizou uma roda de dança e canto tradicionais da etnia.

O lançamento também contou com a participação do coordenador do Núcleo de Línguas, Jefferson Simons; do líder católico Frei João; do professor da nova turma e colaborador do projeto, Elton Ferreira; do líder indígena Argenis Marcano; da coordenadora da Casa de Ranquines, Betânia Castro; técnicos e coordenadores da Semed; representantes do Comitê Intersetorial de Apoio aos Migrantes; e integrantes das coordenações técnicas de etapas e modalidades.

*Secom Maceió