Aguarde. Carregando informações.
Esportes

Aposta de António torna o Corinthians criativo em exibição convincente

Aposta de António torna o Corinthians criativo em exibição convincente

(Imagem: Marcos Ribolli)

António Oliveira fez uma aposta nesta terça-feira. Ao sacar Romero, vice-artilheiro do Corinthians na temporada, e colocar Igor Coronado entre os titulares, o português prometia uma equipe mais criativa, e a exibição alvinegra mostrou uma opção promissora às vésperas da retomada do Campeonato Brasileiro.

Diante do Racing-URU, o Corinthians encarou uma partida decisiva. Só a vitória interessava para assegurar a vaga direta nas oitavas de final da Sul-Americana. Mesmo com a responsabilidade e uma formação diferente, o Timão respondeu positivamente, e com Igor Coronado como grande nome.

Com um golaço do camisa 77, a equipe venceu por 3 a 0, terminou com a liderança do Grupo F e deu mostras de que pode ser mais competitivo sem largar mão da criatividade. Rodrigo Garro, com um golaço de falta, e Yuri Alberto anotaram os outros gols.

Corinthians avançou em primeiro na Sul-Americana — Foto: Marcos Ribolli

Corinthians avançou em primeiro na Sul-Americana — Foto: Marcos Ribolli

A presença de Igor Coronado aberto pela direita, por característica do meia, facilitou o jogo para Rodrigo Garro. Ambos se procuraram desde o primeiro minuto e trataram de desenroscar uma partida que se desenhava complicada.

O Racing adiantou a marcação, pressionou o Corinthians na área de Carlos Miguel e assustou. Porém, o talento da dupla de meias aos poucos entrou como fator decisivo para a vitória e, consequentemente, a classificação para as oitavas.

Aos 21 minutos, Rodrigo Garro acertou cobrança de falta no ângulo direito e abriu o placar. Três minutos depois, Wesley cruzou na medida para Yuri Alberto marcar o segundo e encaminhar o resultado positivo.

A vantagem permitiu a Garro e Coronado controlarem o jogo, com apoio valioso de Breno Bidon. Os dois meias protagonizaram lances plásticos e ajudaram a evitar certa pressão do Racing com a bola.

Igor Coronado comemora o golaço anotado contra o Racing — Foto: Marcos Ribolli

Igor Coronado comemora o golaço anotado contra o Racing — Foto: Marcos Ribolli

A desvantagem, porém, ficou no campo defensivo. Talvez por desconcentração pela diferença no placar e a facilidade na criação de oportunidades, o Corinthians se mostrou mais exposto e cedeu 14 finalizações para os uruguaios; mesmo número do Timão no jogo.

Carlos Miguel precisou trabalhar para sustentar o zero no placar e fez pelo menos três grandes defesas ainda na primeira etapa.

conembol-sudamericana-spin-offsMelhores momentos: Corinthians 3 x 0 Racing-URU (CONMEBOL Sudamericana)conembol-sudamericana-spin-offs logo CONMEBOL SudamericanaLOADING OFFICIAL CONTENT
 

A correção veio na segunda etapa. O Corinthians sustentou o domínio na posse de bola, que quase bateu 60% no confronto, e baixou o ritmo do Racing, que só voltou a assustar na parte final da partida em Itaquera.

A definição do jogo veio dos pés talentosos de Igor Coronado. Depois de exibir passes de efeito, dribles e procurar bastante o jogo, o meia acabou consagrado com um golaço: teve fila na defesa, frieza dentro da área e finalização precisa para o camisa 77 comemorar o primeiro gol com a camisa alvinegra.

Corinthians x Racing-URU, comemoração do gol de Garro — Foto: Marcos Ribolli

Corinthians x Racing-URU, comemoração do gol de Garro — Foto: Marcos Ribolli

O lance simboliza a imagem de um Corinthians mais promissor e criativo. O Racing pode figurar longe da competitividade dos principais rivais de Campeonato Brasileiro, mas fez campanha consistente na Sul-Americana ao bater o Argentinos Juniors duas vezes e avançar ao playoff de repescagem.

Resta agora António Oliveira moldar a aposta desta terça-feira a partir da retomada do Brasileirão. Garro e Coronado juntos dão a esperança de um jogo mais refinado, com um Corinthians criativo e ameaçador, especialmente em Itaquera.

O primeiro teste para essa versão será no sábado, a partir das 21h (de Brasília), novamente na Neo Química Arena, contra o Botafogo, pela sétima rodada da Série A. A expectativa, pelos 90 minutos contra os uruguaios, é alta e com justiça.

*Ge