Aguarde. Carregando informações.
MENU

Sábado, 15 de dezembro de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Esportes

Atacante do Fla ressalta inspiração em Cristiane e manda recado ao masculino

Somando 15 gols na competição, jogadora entra em campo com o time feminino rubro-negro diante do Corinthians nesta quinta-feira em busca de uma vaga na final

Atacante do Fla ressalta inspiração em Cristiane e manda recado ao masculino

(Imagem: Arquivo Pessoal)

Danyelle Helena entra em campo nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), diante do Corinthians, com a missão de manter o alto rendimento mostrado até o momento no Brasileiro vestindo a camisa do Flamengo. A jogadora soma 15 gols e é a artilheira da competição. O sucesso na atual temporada ela credita à mudança de posicionamento em campo. No Iranduba, clube anterior, ela atuava mais centralizada como centroavante. A troca para a ponta esquerda no Rubro-Negro deu a ela mais possibilidades de finalizações.

- Esse ano esta sendo um ano bom para mim. Ano passado tive muitos jogos, mas não fiz muitos gols. Esse ano estou sendo mais abencoada. As chances que tenho faço. No Iranduba jogava mais centralizada de ceontroavante. Agora atuo mais pela ponta esquerda. Posição nova para mim, mas rendo melhor, pois tenho mais a possibilidade de rebotes e cruzamentos. Questões física e tática treinamos bem mais no Flamengo também. Isso pode ter me ajudado – declarou Danyelle ao blog Dona do Campinho.

A pontaria afiada tem inspirações especiais. Danyelle diz que tem como exemplos Cristiane e Fred pelos perfis finalizadores. A jogadora de 26 anos ainda enaltece a atleta da seleção brasileira: “É uma atacante fora de série”.

- No futebol feminino me inspiro bastante na Cristiane até por eu ser atacante de área também. É uma atacante fora de série. Tem muita presença de área, matadora. A gente tem que se inspirar em grandes exemplos. Acho que ela é um grande exemplo no futebol feminino e no masculino gosto muito do atacante Fred, que também acho que faz essa função de matador, de finalizador. E como jogo por ali no ataque tento me inspirar neles dois – afirmou.

A caminhada é cheia de capítulos na carreira de Danyelle. Começou em Brasília em um time de futsal do sistema de ensino COC. Ganhou bolsa de estudo na Universidade de Brasília e seguiu para fazer a faculdade de educação física. Ali, começou a carreira profissional nos gramados. Seguiu para o Cresspom, também em Brasília, foi artilheira por três anos no campeonato local. Em 2014, acertou com o Kindermann e foi vice brasileira. Voltou a Brasília para se formar. Em 2016, esteve no Foz Cataratas, onde jogou a Libertadores. No último ano, vestiu a camisa do Iranduba antes de acertar com o Flamengo. O próximo passo? Ela tem a seleção brasileira entre seus objetivos, mas acredita que seu sonho chegará na hora certa.

- A gente fica muito feliz aqui no Flamengo quando tem atleta convocada para a Seleção. Primeiro, porque é o sonho de toda a atleta. Só a gente sabe o quanto a gente trabalha todos os dias, dois períodos, faça chuva ou faça sol. Então a gente fica muito feliz quando isso acontece. Esse ano tivemos várias atletas do Flamengo convocadas. Eu ainda não tive minha oportunidade, mas, como sempre falo. Deus sabe tudo. Na hora certa, quando tiver que ser, vai dar certo. Acho que estou em uma fase boa, estou como artilheira do Brasileirão, que não é uma coisa fácil. Mas eu estou bastante focada no que tenho que fazer aqui no Flamengo. Conseguimos esse ano o título do Mundial Militar, está começando o Carioca agora. Vamos focar para tentar o título do Carioca e graças a Deus estamos conseguindo ir bem no Brasileiro. O objetivo é focar aqui no Flamengo e fazer meu melhor para ajudar. Se um dia tiver a oportunidade, certamente ficarei muito feliz – disse.

Mas a terceiro sargento da Marinha do Brasil – o Flamengo faz parceria com a Marinha para manter o time feminino - tem uma missão mais imediata. Ajudar a levar a equipe à decisão do Brasileirão, que já tem o Rio Preto classificado. O time rubro-negro larga em vantagem assegurada no primeiro jogo – venceu por 2 a 1 – mas Danyelle sabe que a tarefa não será fácil até mesmo pelo Corinthians jogar em casa.

- A gente sabe que vai ser um jogo muito difícil. O Corinthians tem um ótimo elenco, um bom técnico, uma estrutura gigante, fora o nome Corinthians que é um nome grande no futebol brasileiro. Mas a gente está focada. Bastante confiante também. Sabemos das dificuldades lá com a torcida delas, no campo delas, mas trabalhamos duro essas duas semanas que tivemos. Estamos focadas e mesmo sabendo das dificuldades que enfrentaremos a gente está indo para buscar a classificação. Vamos manter o estilo de jogo e raça e vontade para conseguir a classificação não vai faltar – declarou.

A atacante tem contrato com o Flamengo até novembro. Uma proposta do exterior não a deixa eufórica. Centrada, ela garante que, se receber, tudo será pensado com calma. A atleta diz que se não for para fora do Brasil deseja permanecer no Flamengo.

- Meu contrato com o Flamengo vai até novembro, meu primeiro ano. Tenho sim também o sonho de jogar fora do país, mas é tudo com calma, pensado. Vamos ver se eu vou ter algumas oportunidades de sair também, mas eu estou muito feliz no Flamengo. Se não for para fora do país eu espero ficar aqui mesmo – declarou.

Se no feminino os gols estão em alta com Danyelle, a jogadora tenta passar um pouco de sua inspiração ao ataque do time masculino:

- Todo atacante gosta de fazer gols, vive de gols. Eu tenho certeza que os atacantes do Flamengo também têm essa vontade de marcar, ajudar o time. Algumas vezes as coisas não acontecem do jeito que a gente quer, mas espero sim que eu seja inspiração para eles também. Graças a Deus estou em um ano muito bom. Estou conseguindo fazer os gols, ajudar minha equipe. Fico muito feliz por isso. Mas fica minha torcida também para que os atacantes do Flamengo consigam marcar também e que meus colegas de Flamengo tragam resultados positivos – finalizou.

*Globo Esporte

Comentários