Aguarde. Carregando informações.
MENU

Sábado, 23 de março de 2019 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Esportes

De virada, CSA vence o ASA e volta à liderança do Alagoano

Cassiano, Matheus Sávio e Patrick Fabiano marcam no clássico. Alvinegro não tem mais chances de chegar às semifinais

De virada, CSA vence o ASA e volta à liderança do Alagoano

(Imagem: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)

Virou líder

O CSA colocou ordem na casa. Nesta quarta, começou o clássico sem intensidade, morno, e levou um susto. Dinda abriu o placar. Ainda no primeiro tempo, Cassiano empatou e abriu espaço para a virada por 3 a 1, no Rei Pelé. Matheus Sávio e Patrick Fabiano marcaram no segundo tempo e ajudaram o time a recuperar a liderança do Alagoano. Tem agora 13 pontos e ganha do CRB no saldo. O Alvinegro continua em sexto, com seis pontos, e não tem mais chance de chegar às semifinais. O Azulão já está lá.

Primeiro gol

Matheus Sávio e Cassiano marcaram pela primeira vez com a camisa do CSA. Cada um deles em um tempo. Comemoraram muito com os companheiros. O detalhe é que o CSA jogou com dois centroavantes nesta quarta: Cassiano e Patrick Fabiano, autor do terceiro gol.

A próxima

O CSA defende a liderança no próximo domingo, às 16h, contra o Coruripe. Jogo da sétima rodada está marcado para o Gerson Amaral. O ASA cumpre tabela também no domingo, às 16h, contra o Jaciobá. Já não tem chances de se classificar e também não corre risco de queda.

Impedido

O ASA teve dois gols anulados no clássico. CSA fez linha de impedimento no segundo tempo e deixou Ciel e Luiz Eduardo na banheira. Comentarista de arbitragem da TV Gazeta, Flávio Feijó disse que o bandeira Benilson dos Santos acertou nas duas.

Primeiro tempo

O CSA tentou assumir o controle da partida desde o início, mas fez poucas jogadas trabalhadas. Estava lento. A bola alçada na área foi o recurso mais utilizado. Do outro lado, o ASA foi mais eficiente. Em boa jogada de Ciel, a bola sobrou para Dinda abrir o placar aos 21. No último lance da primeira etapa, Patrick Fabiano rolou para Cassiano, que empatou o jogo. Chute no canto, aos 48, e primeiro gol do atacante com a camisa azulina.

Segundo tempo

O CSA foi mais incisivo na etapa final. Perdeu gols, principalmente com Patrick Fabiano, mas também fez duas vezes. Aos 12, depois de um fliperama na área do ASA, Matheus Sávio marcou seu primeiro gol. Na sequência, Patrick se redimiu dos gols perdidos e deixou o dele, aos 20. Recebeu passe de Dawhan e tocou na saída do goleiro Marcão: 3 a 1. O ASA teve ainda dois gols anulados, de Ciel e Luiz Eduardo, reclamou, mas não teve jeito: perdeu e está fora das semifinais.

*Globo Esporte

Comentários