Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quinta-Feira, 19 de setembro de 2019 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Esportes

Em nota oficial, CSA avisa que vai pedir impugnação do jogo contra o Fla

Dirigentes chamam atenção para um pênalti não marcado no primeiro tempo. VAR foi acionado, e partida ficou parada por cinco minutos, no Mané Garrincha

Em nota oficial, CSA avisa que vai pedir impugnação do jogo contra o Fla

(Imagem: Reprodução TV Globo)

A diretoria do CSA emitiu uma nota oficial após a derrota para o Flamengo. Pegou pesado contra a arbitragem. Os dirigentes consideram que o clube foi prejudicado pela não marcação de um pênalti de Willian Arão, no primeiro tempo, e avisaram que vão tentar anular a partida desta quarta. O time alagoano perdeu por 2 a 0, em Brasília, pela nona rodada da Série A.

- A diretoria do Centro Sportivo Alagoano informa que vai colher as imagens da partida contra o Flamengo, ocorrida nessa quarta-feira (12). O árbitro paulista Douglas Marques das Flores não marcou uma penalidade clara para o CSA. O departamento jurídico vai tomar todas as medidas cabíveis para entrar com uma ação no STJD com um pedido de impugnação do jogo - diz a nota oficial.

A polêmica

O lance polêmico foi registrado aos 31 minutos do primeiro tempo. Após um bate e rebate na área do Flamengo, Apodi finalizou, e a bola bateu no braço de Arão. O árbitro Douglas Maques teve auxílio do VAR, analisou as imagens e, depois de cinco minutos, mandou o jogo seguir. Ele entendeu que não houve a penalidade.

No segundo tempo, o Flamengo marcou dois gols, com Vitinho e Gabigol, e venceu a partida no Estádio Mané Garrincha. É agora o terceiro colocado. Com seis pontos, o CSA está na penúltima colocação do Brasileiro.

Equipe de arbitragem

Nesta quarta, o árbitro Douglas Marques teve como assistentes Emerson Augusto de Carvalho e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa, da Federação Paulista.

O árbitro de vídeo foi o também paulista Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral. Ele ainda contou com Rodrigo Batista Raposo (DF) e Herman Brumel Vani (SP) como auxiliares de VAR. O observador do árbitro de vídeo foi Giulliano Bozzano (MG).

*Globo Esporte

Comentários