Aguarde. Carregando informações.
MENU

Segunda-Feira, 24 de setembro de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Esportes

Galvão critica postura de Neymar após eliminação e diz que 'esperava mais'

Galvão critica postura de Neymar após eliminação e diz que 'esperava mais'

(Imagem: Globo/João Miguel Júnior)

Galvão Bueno viu méritos da Bélgica na vitória de 2 a 1 contra o Brasil, mas ainda assim pediu explicações para o astro da seleção canarinho. Em entrevista à Rádio Itatiaia no último domingo (8), o narrador da Rede Globo disse que o camisa 10 deveria ter falado com a imprensa por ser o protagonista da equipe na Copa do Mundo de 2018.

"Esperava mais do Neymar? Esperava, todo mundo esperava. Então eu esperava que ele explicasse por que que não foi o Neymar que ele mesmo e todos esperavam. O Alisson falou, Miranda falou, Renato Augusto falou, Douglas Costa falou, acho que cabe a aquele que é o líder do time, acho que passa sim de ter que dizer o porque, não sei se ele sentiu o tornozelo. A gente não sabe até que ponto aquilo pode ter prejudicado. Ele poderia falar que teve ou não dificuldade por conta disso. Qualquer coisa. Cada tem sua responsabilidade, não acho que ela seja o culpado, mas esperava mais dele", disse o narrador ao radialista Wellington Campos.

Mesmo dizendo que também esperava mais de Gabriel Jesus e destacando a queda que Philippe Coutinho foi sofrendo durante a Copa, Galvão reiterou que para ele não existiu um grande culpado pela eliminação do Brasil nas quartas de final.

"Claro que se esperava, ele veio crescendo. Não esteve bem no primeiro jogo, foi razoável no segundo, bem no terceiro e muito bem no quarto. E era o dia dele brilhar, o Coutinho começou maravilhosamente bem e caiu. Não que esteja jogado mal, mas eram aqueles que de quem esperávamos a decisão o Gabriel Jesus não foi feliz também. Mas não teve culpado, para mim foi o conjunto da obra, ninguém está aí ser crucificado, para ser chamado de culpado".

O narrador ressaltou que a Bélgica tem um grande time de futebol, mas viu falhas de marcação do Brasil nos dois gols da Bélgica. "O Brasil deu espaço para o primeiro gol, não há falta de sorte. O Kompany atravessou a área brasileira inteira, ninguém acompanhou o Kompany e ele foi cabecear a bola sozinho no primeiro pau. Uma falha coletiva. Depois tem a falta tática. O Fernandinho tinha que ter parado a jogada, não dava pra permitir que o Lukaku girasse em cima dele, e aí acabou, não tinha como marcar mais e eles foram felizes no chute."

Para Galvão, a Bélgica mereceu a vitória na última sexta-feira (6) por ter aproveitado melhor as chances. "Se você tem as oportunidades e não faz os gols, eles tiveram muito menos oportunidades e fizeram os dois gols. O Brasil não fez por merecer a vitória, teve posse de bola , chutou mais vezes, mas o jogo é feito de resultado. Eles mereceram, entraram para ganhar da forma que jogaram. Vamos jogar para uma, duas bolas, nos concentrarmos na defesa, e ganharam com méritos".

*Uol

Comentários