Aguarde. Carregando informações.
Esportes

Palmeiras sai na frente por título, mas abre série de finais com problemas a resolver

Palmeiras sai na frente por título, mas abre série de finais com problemas a resolver

(Imagem: REUTERS/Marcelo Endelli)

Palmeiras começou na Argentina uma sequência de três jogos decisivos entre a Recopa Sul-Americana e a Supercopa do Brasil. O primeiro passo colocou o time em vantagem por mais uma taça internacional, ao vencer o Defensa y Justicia, da Argentina, por 2 a 1, fora de casa.

Mas há problemas que Abel Ferreira precisará resolver antes de enfrentar o Flamengo, domingo, às 11h, em Brasília, pela decisão da Supercopa do Brasil.

O primeiro deles só será solucionado com o tempo, que é físico. Esta foi a estreia da equipe titular na temporada de 2021, após o período de recesso em seguida ao título da Copa do Brasil. Por isso, era natural que o Verdão sentisse como aconteceu na Argentina, só que já para os próximos dois jogos será necessária uma postura mais intensa, marca da equipe de Abel Ferreira.

Com menos posse que o rival argentino em todo o jogo, o Palmeiras exagerou no uso de bolas longas, mesmo tendo espaço para jogar no meio-campo. Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga não conseguiram criar e, especialmente no caso dos volantes, houve uma dificuldade grande para acompanhar a movimentação do ataque do Defensa y Justicia em suas costas.

Após sair na frente em uma jogada vertical, explorando a velocidade e a estrela de Rony, o Verdão teve dificuldades para encaixar os contra-ataques que marcaram a equipe na última temporada. Sempre com problemas para correr atrás do rival, levou o empate numa jogada em que foi envolvido desde o início, terminando nas costas de Felipe Melo.

A partir das entradas de Danilo, Patrick de Paula e Gustavo Scarpa nas vagas dos três meio-campistas, o Palmeiras apresentou uma melhora e chegou ao segundo gol em uma falta bem batida pelo camisa 14. Mas a troca feita após o gol, deixando os lados direito e esquerdo com dois laterais (Marcos Rocha e Mayke, Viña e Esteves), não teve o efeito desejado, e o Defensa y Justicia novamente pressionou.

O time da casa até chegou ao empate, mas o lance foi anulado por um impedimento no início da jogada, para irritação dos argentinos.

O Palmeiras, no fim, competiu para trazer um bom resultado ao Brasil, já que depende de apenas um empate na quarta que vem, em Brasília, para vencer a Recopa, um título inédito em sua história. O time argentino, por outro lado, precisa vencer por dois gols. Diferença de um leva para prorrogação e pênaltis.

Ainda sem os reforços para o ataque que Abel Ferreira pediu, o Verdão terá de encontrar saídas para resolver carências especialmente no setor. Diante da ausência de Luiz Adriano, Rony fez bem o papel de centroavante, mas assim o português perde um dos seus jogadores mais rápidos para o lado do campo.

Para o jogo contra o Flamengo, o técnico deve avaliar uma mudança no meio, pois Felipe e Zé Rafael tiveram dificuldades juntos. Como o camisa 8 vem de uma pré-temporada especial para recondicionamento físico, uma alternativa pode ser tirá-lo no domingo e usar Patrick de Paula ou Danilo (ou até os dois) para dar mais vitalidade ao setor.

Os titulares do Palmeiras começaram a temporada da mesma forma que terminaram a última: vencendo e brigando por títulos. Mas há uma necessidade de melhora para as próximas duas decisões no Mané Garrincha, pela Supercopa e Recopa.

*GE