Aguarde. Carregando informações.
MENU

Domingo, 16 de junho de 2019 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Esportes

Um ano depois, CRB vê cenário no Alagoano se inverter e tenta dar o troco no rival

Galo precisa virar o placar na finalíssima do estadual

Um ano depois, CRB vê cenário no Alagoano se inverter e tenta dar o troco no rival

(Imagem: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)

O CRB precisa dar o troco no CSA para ser campeão alagoano. Explica-se: ano passado, o Galo venceu o primeiro jogo da decisão por 1 a 0, gol de Neto Baiano, e abriu boa vantagem sobre o rival.

Na segunda partida, precisava apenas de um empate para conquistar a 31ª taça do estadual. Não jogou bem, enfrentou um adversário mordido e foi batido por 2 a 0, gols de Didira e Daniel Costa.

O cenário é parecido em 2019. No primeiro jogo das finais, o Galo perdeu por 1 a 0, gol de Robinho. Se vencer por um gol de diferença no próximo domingo, leva a decisão para os pênaltis. Vitória por dois ou mais gols de diferença dá o título estadual aos regatianos.

O CRB tem ainda a seu favor o fato de jogar ao lado da torcida. Mandante no próximo domingo, vai contar com 70% da torcida no Rei Pelé.

O técnico Marcelo Chamusca também lembrou na coletiva que o time estava muito desgastado pela sequência de jogos no Nordestão e Copa do Brasil e vai estar 100% fisicamente no segundo duelo com o rival.

*Globo Esporte

Comentários