Aguarde. Carregando informações.
MENU

Sábado, 18 de agosto de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Farol Gospel

Família diz que Salmo ajudou na luta pela vida de mãe baleada e do bebê

Família diz que Salmo ajudou na luta pela vida de mãe baleada e do bebê

(Imagem: Reprodução)

O corretor Wallace Araújo da Silva, de 34 anos, e sua mulher, Michelle Ramos do Nascimento Silva Araújo, de 33, foram atacados por bandidos que roubaram seu carro, no dia 12 de janeiro, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

Ela foi atingida na cabeça por tiros disparados pelos assaltantes. Grávida de oito meses, ela precisou fazer uma cesariana de emergência. Seu estado era considerado grave e ficou entre a vida e morte por 23 dias. A saúde frágil do bebê Antônio também inspirava muitos cuidados.

O que os fortaleceu nesse período difícil foi a fé. O corretor conta que ficou intercedendo a Deus pela vida do filho e da mulher, enquanto a ambulância em que estavam percorria os 14 quilômetros que separavam o local do assalto do Hospital Geral da Posse, para onde ela foi levada.

“Chorei durante todo o trajeto que a ambulância percorreu e pedi a misericórdia de Jesus pela minha família. Pela vida da Michelle e pela vida do Antônio, que naquele momento tinha só 33 semanas de gestação. Após a operação e o parto, os médicos disseram que já haviam feito o que podiam. A partir deste momento mais difícil, me agarrei ao salmo 121 que diz ‘levantarei os olhos para os montes, de onde virá o meu socorro’”, lembra Wallace.

Membro da igreja Nova Vida, em Mesquita, ela explica: “Para o povo de Deus, o monte significa dificuldade extrema. Quando o médico me deu a resposta que não dependia mais dele, eu disse o meu monte está aí, Senhor! […] Eu só peço que seu nome seja glorificado nessa situação”.

 

Ele diz não ter dúvida que os dois terem sobrevivido foi um milagre: “Eu falo que dentro dessa situação toda, eu realmente pude experimentar o Emanuel, que é um dos nomes de Jesus, o Deus conosco e nessa situação toda eu pude presenciar isso”.

Somente nesta terça (6), pai, mãe e filho passaram o dia, pela primeira vez, no quarto da criança.

Ao falarem sobre o assalto, o casal diz que já perdoou os responsáveis pelo tiro que quase custou a vida de Michelle e de Antônio. “É uma situação bem clara. A gente já perdoou quem fez isso. Mas, o perdão é a libertação e é perante Deus. Quem fez isso terá de pagar pelo que cometeu na justiça”, conta Wallace. (Com informações de Extra).

* Gospel Prime

Comentários