Aguarde. Carregando informações.
MENU

Domingo, 21 de abril de 2019 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Farol Gospel

Pastor compara Lula ao apóstolo Paulo após visitá-lo na cadeia; Jornalista cobra providências

Pastor compara Lula ao apóstolo Paulo após visitá-lo na cadeia; Jornalista cobra providências

(Imagem: Divulgação)

A carceragem da Polícia Federal, onde o ex-presidente Lula (PT) está sendo mantido desde que teve sua prisão decretada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, continua recebendo diversas personalidades simpatizantes da ideologia de esquerda que se dirigem ao local para visitar o condenado e manter a narrativa criada pelo Partido dos Trabalhadores ocupando o noticiário.

Lula foi visitado na última segunda-feira, 21 de janeiro, por um pastor evangélico que, ao sair, comparou o ex-presidente ao apóstolo Paulo. A frase do pastor Mike Rodrigo Vieira da Silva – desconhecido da grande maioria do público evangélico – recebeu destaque na grande mídia, com ênfase à avaliação do líder religioso sobre a situação do petista.

“Depois de visitar o presidiário Lula hoje, em Curitiba, o pastor Mike, titular de uma igreja evangélica chamada Congrega Church, comparou o petista ao apóstolo Paulo”, noticiou o portal O Antagonista.

“Lula está passando por aquilo que Paulo passou. Ele é um perseguido, um preso político”, afirmou o pastor Mike, reverberando declarações de outros simpatizantes, como o renomado pastor Ariovaldo Ramos, que em abril de 2018 foi a Curitiba (PR) para unir forças aos protestos dos militantes petistas em defesa da libertação de Lula.

Na ocasião, Ariovaldo Ramos usou o mesmo discurso: “A gente sabe que essa prisão é política, é uma perseguição. Então, na verdade, a gente já considera o Lula como um preso político […] Não há provas [contra Lula]”, disse o pastor militante de esquerda, antes de fazer uso panfletário da imagem de Jesus: “Vamos continuar assim, porque essa é a vontade de Cristo. A gente está fazendo o que Ele faria se estivesse em carne e osso aqui. E Ele está, através de mim, através de você, através de nós, da Sua Igreja, a Igreja que realmente lhe é fiel”, afirmou.

O jornalista Augusto Nunes, apresentador do programa Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan, comentou o episódio envolvendo o pastor Mike: “Eu não sei se existe excomunhão na igreja evangélica, honestamente, mas alguma coisa deveria acontecer com quem compara um ladrão ao apóstolo Paulo. O que ele está querendo dizer?”, questionou, expressando sua indignação com a situação.

*Gospel Mais

Comentários