Aguarde. Carregando informações.
MENU

Sexta-Feira, 20 de julho de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Farol Gospel

Pastor diz que igreja está aberta para Naldo se ele quiser fazer retiro espiritual

Pastor diz que igreja está aberta para Naldo se ele quiser fazer retiro espiritual

(Imagem: Divulgação)

Pastor da Assembleia de Deus de Bonsucesso, igreja da Zona Norte do Rio que era frequentada por Naldo Benny desde antes da fama, Jaime Soares disse que o templo está aberto para o artista, que prometeu procurar um retiro espiritual, após ordem da Justiça para deixar a casa em que mora. O cantor é acusado de ter agredido a mulher, Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho, no último sábado com socos, tapas, puxões de cabelo e a até um golpe dado com uma garrafa.

— Se ele comparecer ao culto ou me procurar vou recomendar que peça perdão não apenas à sua mulher, mas a todas as pessoas que ele decepcionou com sua atitude, inclusive os seus milhares de fãs — disse o pastor.

Para Jaime Soares, que não sabia da intenção do cantor, noticiada pelo jornal "O Dia" na edição desta sexta-feira, o desejo de buscar um retiro espiritual mostra que ele está disposto a reparar em orações o que fez, através de um pedido de perdão a Deus. O retiro, segundo o religioso, não precisa necessariamente ser num templo. Pode ser em qualquer local, inclusive em casa, desde que a pessoa reserve um tempo para isso. A duração também quem determina é a pessoa.

Nascido na Vila do João, no Complexo da Maré, Naldo frequentou uma igreja da mesma congregação, dentro da favela, levado pelos pais quando criança. Somente depois de adulto é que passou a ir aos cultos do templo de Bonsucesso. Mas, com a fama as idas eram cada vez mais esporádicas, segundo o pastor. A última vez que ele esteve no local, foi em 18 de maio de 2015 quando, acompanhado da mulher, levou a filha do casal para ser apresentada, durante cerimônia religiosa.

Jaime Soares contou que desde então não tinha tido mais contatos com o cantor e que, coincidentemente, resolveu ligar para ele no dia da prisão, depois de se encontrar com uma irmã do artista, que continua frequentando a igreja. Durante a conversa rápida Naldo pediu apenas que o pastor orasse por ele, mas omitiu que estava preso.

— Ele falou “Pastor ore por mim, que estou com um problema” e disse que me contaria depois, mas até agora não me ligou — afirmou o pastor que soube da prisão no mesmo dia, por um frequentador da igreja que sabia de sua proximidade com Naldo.

O pastor considerou normal o desejo de Naldo de fazer um retiro espiritual. E destacou ainda que o cantor é uma pessoa do bem:

— Se ele está com essa intenção é porque isso foi plantado por Deus. Ele é uma pessoa boa. Não é um desqualificado, gosta de ajudar os necessitados. Não conversei com ele ( sobre a agressão) mas ele deve ter tido uma crise de ciúmes que o levou a esse ato insano.

Na quinta-feira, o cantor divulgou vídeos, nos quais aparece chorando e se dizendo arrependido: "Quero incansavelmente pedir perdão a minha mulher. Eu amo muito a minha mulher. Quem me conhece sabe o cara de bem que eu sou. O quanto estou buscando me cuidar com profissionais, com situações que ela mesma falava para mim. Estou aqui morrendo de saudade da minha filha, da minha mulher."

Apresentações canceladas

No dia seguinte à prisão, Naldo teve canceladas duas apresentações que faria no reveillon do Rio. Uma delas foi a festa organizada pela Prefeitura do Rio, na Praia de Copacabana. O cantor também não se apresentará mais no Reveillon Celebrare, no Clube Monte Líbano, na Lagoa. A assessoria de imprensa do evento informou que a decisão foi tomada de forma amigável entre a produção da festa e a do artista.

"Uma das grandes características do nosso reveillon e acima de tudo a nossa bandeira é o respeito ao próximo e diversão garantida. Sendo assim não caberia sua participação diante de tudo o que aconteceu e que está sendo noticiado", diz a nota. O cantor baiano Netinho é quem vai comandar a festa ao lado da banda Celebrare.

Comentários