Aguarde. Carregando informações.
MENU

Segunda-Feira, 22 de outubro de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Farol Gospel

“Precisamos da fé em Deus para sermos uma grande nação”, disse o presidente dos EUA

“Precisamos da fé em Deus para sermos uma grande nação”, disse o presidente dos EUA

(Imagem: Reprodução)

O presidente Donald Trump participou do 66º Café da Manhã Anual de Oração Nacional, realizado na capital Washington, nesta quinta (8). O tópico de seu discurso foi o vínculo entre a fé em Deus e grandeza de uma nação. Para ele, os EUA serão uma grande nação desde que seus cidadãos permaneçam abertos à graça de Deus.

“Enquanto abrimos os olhos para ver a graça de Deus e abrimos nossos corações para o amor de Deus, nosso país será para sempre a terra da liberdade, o lar dos valentes e uma luz para as outras nações”, disse Trump.

“Quando as pessoas são capazes de viver segundo suas convicções e falar abertamente de sua fé, ensinando aos filhos o que é certo, nossas famílias prosperam, nossas comunidades florescem e nossa nação consegue qualquer coisa”, arrematou.

O republicano lembrou da herança religiosa que ajudou a transformar os Estados Unidos no país mais poderoso do mundo. Ele apontou para o fato que, na fundação do país já havia a menção da dependência do favor de Deus, acrescentando que “ao longo de nossa história, vimos a providência de Deus”.

“Nossos direitos não foram dados pelo homem, nossos direitos provêm do nosso Criador. Não importa o que aconteça, nenhuma força terrestre pode tirar esses direitos”, afirmou Trump.  “Então, hoje, louvamos a Deus por sermos verdadeiramente abençoados”.

A participação de Trump foi o destaque deste ano no tradicional “Café da Manhã de Oração”, um importante evento religioso que reuniu vários membros do Congresso, bem como de influentes líderes religiosos. Além de vários pastores, este ano esteve presente o rabino Marvin Hier.

Ele ganha ainda mais destaque após um grupo de ateus tentarem entrar com ações jurídicas para impedir a reunião semanal de oração e estudo bíblico realizado por membros da Casa Branca, incluindo o presidente, o vice e alguns ministros.

A postura abertamente cristã de Trump vem incomodando setores da sociedade americana, que insistem que se observe a separação entre Igreja e Estado. Mesmo assim, ele continua falando sobre a importância da fé em Jesus e como ela transforma vida, como fez na semana passada durante o “Estado da Nação”, considerado o discurso mais importante de um presidente. (Com informações de Christian Post).

*Gospel Prime

Comentários