Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 28 de fevereiro de 2024

Geral

Sesau promove Roda de Conversa sobre saúde mental das crianças, adolescentes e jovens

Sesau promove Roda de Conversa sobre saúde mental das crianças, adolescentes e jovens

(Imagem: Carla Cleto / Ascom Sesau/AL)

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) promoveu uma Roda de Conversa sobre Saúde Mental das Crianças, Adolescentes e Jovens. A iniciativa ocorreu na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), no bairro Cidade Universitária, em Maceió, e reuniu crianças a partir dos 10 anos de idade, além de adolescentes e jovens adultos.

Durante o evento, que faz parte do Projeto de Intervenção na disciplina de Estágio II, do curso de Serviço Social da Ufal, os participantes contaram com palestras educativas sobre Política de Saúde Mental, que garanta o cuidado na Rede de Atenção Psicossocial compartilhado com a rede intersetorial. Também foi realizado teatro terapêutico com temas sobre ansiedade e depressão, além da apresentação do canal ‘Pode Falar’, criado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

A técnica da área Saúde Mental Infantojuvenil da Sesau, assistente social Hozana França, destaca que a ação teve o objetivo de contribuir para a capacidade crítica e reflexiva dos adolescentes e jovens, fortalecendo o acesso às ações de saúde mental. “É muito importante fomentar o protagonismo do público infantojuvenil, possibilitando que eles conheçam e tenham acesso aos serviços de saúde mental, discutindo temas como ansiedade e depressão, visando prevenir o agravamento do sofrimento mental que pode fragilizar os laços sociais, impossibilitando a realização de projetos de vida”, explicou.

O secretário de Estado da Saúde, Gustavo Pontes de Miranda, reforça a importância de garantir acesso à criança, adolescente e jovens a um espaço seguro de escuta e fala. “É fundamental que nossos jovens recebam toda assistência psicológica desde os primeiros anos de vida, construindo adultos fortalecidos junto às adversidades da vida e ressaltando a rede de apoio que o sistema público de saúde o garante”, destacou o gestor da saúde estadual.

*Agência Alagoas