Aguarde. Carregando informações.
Interior

Arapiraca defende área ambiental equivalente a 71 campos de futebol na área urbana

Arapiraca defende área ambiental equivalente a 71 campos de futebol na área urbana

(Imagem: Pablício Vieira e Carlos Magno)

Iniciada no mês de outubro, a obra de expansão do Bosque das Arapiracas, após o Museu de Biologia, vai dotar a área urbana com um dos maiores parques botânicos do Brasil.

O centro da cidade está sendo transformado em uma grande área de proteção ambiental, educativa, recreativa, de mobilidade urbana e de fomento à cultura ecológica.

O novo lote da urbanização do Riacho Piauí é a continuação do Bosque das Arapiracas, no centro da cidade, até a Rodovia AL-220.

O prefeito Luciano Barbosa vem acompanhando de perto os serviços de terraplenagem e colocação de massa asfáltica.

A nova etapa da Marginal do Piauí inclui a implantação de duas vias de tráfego, recuperação e proteção de toda a área verde na área central da cidade.

O projeto contempla serviços de pavimentação asfáltica, drenagem de águas pluviais, urbanização, sinalização viária, passeios públicos e ciclovias.

A conclusão da obra interligará as rodovias AL-220 e AL-110, incluindo o Parque Ceci Cunha, passando pela Rua XV de Novembro, São Roque, Leocádio Pinheiro, final da Rua Estudante José de Oliveira Leite entre os bairros Ouro Preto e São Luiz até a Rodovia AL-110, percorrendo a cidade de norte a leste.

Todo o projeto está sendo executado para entregar aos moradores de Arapiraca e visitantes uma área ambiental com mais 506 mil metros quadrados, o equivalente a 71 campos de futebol, no perímetro urbano, que já conta com o Bosque das Arapiracas, Parque Ceci Cunha e a futura criação do Horto Florestal com uma Área de Preservação Ambiental (APA), com a defesa dos mananciais existentes, do bioma e do ecossistema no município.

  

*Assessoria