Aguarde. Carregando informações.
MENU

Segunda-Feira, 20 de maio de 2019 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Interior

Conheça o 'Melhor em Casa' que garante atendimento a pacientes acamados, em Marechal

Conheça o 'Melhor em Casa' que garante atendimento a pacientes acamados, em Marechal

(Imagem: Wellington Alves)

Dar assistência a pacientes acamados para que tenham uma recuperação mais digna, conforto e atenção mais humanizada. Este é o intuito do Programa Melhor em Casa que atende a mais de 50 pacientes em todo o município.

Equipes formadas por psicólogos, enfermeiros, assistente social, médicos e técnicos de enfermagem realizam, semanalmente, visitas de acordo com a necessidade de cada paciente que participa do programa. Com essas visitas, os profissionais da saúde conversam, examinam e garantem todos os atendimentos necessários e que possivelmente seriam realizados em um hospital.

O programa atende pacientes que estão em condições bastante delimitadas e passando por algum tipo de recuperação. Com o Melhor em Casa, o paciente acamado conta com total assistência oferecida pelo município.

A coordenadora do Programa, Keciany Barros, falou que recebe demandas das unidades de saúde, mas também do Hospital Geral do Estado (HGE), e que a equipe é bastante empenhada em garantir a recuperação e tratamento dos pacientes.

“O Melhor em Casa é um programa do Governo Federal que tinha pouca adesão no município, mas que agora está sendo bem desenvolvido por toda a equipe. O prefeito Cacau sempre esteve bastante preocupado com os pacientes do Melhor em Casa, e sempre está fazendo o possível para que possamos ter totais condições e dar mais dignidade para os pacientes. A Prefeitura de Marechal Deodoro vem fazendo um grande trabalho na saúde do município e isso não acontecia em outras gestões, nós como profissionais e deodorenses podemos fazer essa comparação e constatar esses avanços. Já contamos com um ótimo número de pacientes, e garantimos que tenham uma melhor recuperação perto dos familiares”, expôs.

COMO PARTICIPAR

Encaminhados pelas unidades de saúde de Marechal Deodoro, ou pelo simples ‘boca a boca’, os pacientes acamados passam a ser incluídos no programa. E para que isso aconteça é necessário que, primeiramente, o paciente passe por uma avaliação, realizada pelas equipes do Programa Melhor em Casa.

Além disso, o cuidador do acamado precisa se dirigir até a Secretaria de Saúde portando as cópias do RG, CPF, Comprovante de Residência e o encaminhamento da unidade de saúde. Após isso, é realizada uma avaliação com questionários que são divididos para o médico, enfermeiro e assistente social, que são preenchidos de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde. O próximo passo é o exame físico.

INVESTIMENTOS NO PROGRAMA

Um dos principais investimentos da Prefeitura de Marechal Deodoro no programa, foi a aquisição de um carro para levar os profissionais nas residências dos paciente acamados. Um outro investimento realizado logo no início da gestão, foi a entrega de tablets para a equipe do Programa. Com esse equipamento, os profissionais podem colocar todas as informações dos pacientes, e assim acompanhar o desempenho de cada um deles.

No início de 2017, o Programa Melhor em Casa contava somente com 32 pacientes. Após assumir a gestão, o prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Filho Cacau, garantiu mais condições tanto aos profissionais quanto aos pacientes. Atualmente, já são mais de 50 pacientes participando do programa e recebendo cuidados.

O Programa Melhor em Casa também realiza encontros a cada dois com os cuidadores, para que possam ter um momento de cuidar da própria saúde. Nesses encontros, são realizadas rodas de conversa, palestras e momentos de diálogos com psicólogos.

Um dos cuidadores de um paciente do programa, José Edninelson, contou que antes desta gestão pouco se ouvia falar do programa e parabenizou a equipes do Melhor em Casa.

“A equipe do melhor em casa é bastante empenhada nos pacientes. Eu cuido da minha sogra que tem 90 anos e nós temos ela como uma criança, cuidamos dela com todo o carinho e cuidado. Os profissionais são bastante atenciosos com minha sogra e tenho certeza que são assim com todos os pacientes”, garantiu.


*Redação Alagoas Alerta com Assessoria

Comentários