Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 29 de maio de 2024

Interior

Hemoal realiza nesta quinta (18) cadastro para doação de medula óssea em Delmiro Gouveia e coleta de sangue em Coruripe

Hemoal realiza nesta quinta (18) cadastro para doação de medula óssea em Delmiro Gouveia e coleta de sangue em Coruripe

(Imagem: Carla Cleto - Ascom Sesau)

O Hemocentro de Alagoas (Hemoal) realiza, nesta quinta-feira (18), duas ações itinerantes no interior do Estado. Em Delmiro Gouveia, no Hospital Regional do Alto Sertão (HRAS), será promovido cadastro para doação de medula óssea, das 10h às 16h. Já em Coruripe, na Unidade de Coleta e Transfusão (UCT), acontece doação de sangue das 9h às 16h.

As duas ações simultâneas visam facilitar o acesso dos angolanos que desejam se candidatar à doação voluntária de sangue, bem como, à doação de medula óssea. Paralelamente, o Hemoal contribui para manter o estoque de sangue estabilizado, visando atender a demanda transfusional, além de aumentar o número de alagoanos cadastrados no Registro Nacional dos Doadores de Medula Óssea (Redome), que dispõe de mais de 63 mil voluntários.

Para se cadastrar como doador de medula óssea, o voluntário deve ter entre 18 e 35 anos de idade e portar documentos como CPF ou RG, além de um comprovante de residência. O cadastro é realizado através do preenchimento de um formulário e da doação de 5 ml de sangue, onde a amostra será submetida a um exame laboratorial para obter o código genético.

Já para se candidatar à doação de sangue, o voluntário deve ter boa saúde, além de peso igual ou superior a 50 quilos e idade entre 16 a 69 anos de idade. Caso seja menor de 18 anos, deve estar acompanhado do pai ou da mãe, portando os respectivos documentos de identificação.

A doação de sangue é vetada para as pessoas que tenham contraído a doença de Chagas, Aids, sífilis e hepatite após os 11 anos. No caso dos doadores de sangue habituais que desejam repetir o procedimento, deve ser cumprido um intervalo de dois meses no caso dos homens e de três meses no caso das mulheres.

*Agência Alagoas