Aguarde. Carregando informações.
Interior

Ziulkoski atualiza ações pelo avanço da pauta prioritária e pede apoio de lideranças nordestinas

Ziulkoski atualiza ações pelo avanço da pauta prioritária e pede apoio de lideranças nordestinas

(Imagem: Reprodução/AMA)

Em encontro promovido pela Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) com lideranças de entidades municipalistas estaduais e integrantes da diretoria da Confederação Nacional de Municípios (CNM), o presidente Paulo Ziulkoski atualizou os participantes sobre as pautas que devem nortear a articulação política do movimento municipalista nos próximos dias. Além de debater as demandas urgentes nacionais, o líder municipalista enfatizou a importância da realização do Encontro Nordeste Unido pelo Desenvolvimento para intensificar as ações pelo avanço de pleitos regionais e pediu o apoio dos participantes nos pleitos que tramitam no Congresso Nacional.

Ziulkoski anunciou que estará em Brasília na próxima semana para reuniões que devem ter como temas as reformas Tributária e do Imposto de Renda (IR), o piso dos enfermeiros e improbidade. Sobre o IR, o líder municipalista tem reiterado que o texto aprovado na Câmara é extremamente preocupante por trazer perdas na ordem de R$ 9,3 bilhões anuais para os Municípios e pediu o apoio dos participantes não só com essa pauta, mas com outras que são fundamentais para as administrações locais neste momento.

“Queremos fazer um apelo ao nordeste e especialmente ao Estado de Alagoas. Precisamos manter o diálogo. Temos que trabalhar essa pauta do IR e também da Reforma Tributária, porque a arrecadação poderá cair bastante e a inflação já está impactando na gestão municipal, como no aumento da gasolina e dos preços dos alimentos utilizados da merenda escolar. Vamos lutar com dignidade e firmeza”, disse o presidente da CNM ao anunciar reuniões com parlamentares para debater a proposta.

Royalties
O presidente da CNM lembrou fatos marcantes desta semana ao reforçar que também é o momento de atuar para pedir o julgamento dos royalties de petróleo no Supremo Tribunal Federal (STF). “Os Municípios já perderam R$ 50 bilhões. Não podemos mais perder esses recursos que seriam utilizados na Saúde e na Educação”, ressaltou. O discurso do presidente da CNM ganhou o reforço dos participantes, dentre eles, do anfitrião do encontro, o presidente da AMA, Hugo Wanderley. “Assumimos o compromisso de estarmos vigilantes para que o Congresso cumpra com as promessas que fez com o municipalismo. Vamos dialogar para manter os nossos direitos e os serviços essenciais aos Municípios” complementou.

Pautas regionais

Implementar e fortalecer políticas de atendimento à população em situação de vulnerabilidades sociais;

Defesas da Sudene e do Banco do Nordeste;

Estruturar política energética com matriz renovável;

Atuar para conclusão das obras de infraestrutura;

Potencializar as ações consorciadas;

Desenvolver e fortalecer programas no semiárido;

Implementar programas de habitação e de interesse social;

Ampliar o acesso às redes digitais;

Fortalecer políticas de educação e para atender a população em situação de vulnerabilidade social;

fomentar políticas de incentivo à economia local;

Estimular iniciativas de Turismo;

Desenvolver ações voltadas à segurança pública;

Fortalecer políticas de incentivo econômico no litoral nordestino.

*AMA