Aguarde. Carregando informações.
MENU

Sexta-Feira, 12 de julho de 2024

Justiça

Justiça condena dois homens por matar e decapitar mulher em Rio Largo

Justiça condena dois homens por matar e decapitar mulher em Rio Largo

(Imagem: Reprodução)

Os réus Walber Rodrigo da Silva e Samuel Lopes da Silva foram condenados pelo homicídio de Mylca Simeia da Conceição, ocorrido em Rio Largo, em 2019. O crime teria sido motivado por disputa entre facções criminosas.

Walber foi condenado a vinte anos, sete meses e vinte dias, enquanto Samuel teve a pena de 24 anos, dois meses e 24 dias de reclusão. O júri popular, conduzido pelo juiz Geraldo Amorim, da 9ª Vara Criminal, aconteceu nesta segunda (8), no Fórum do Barro Duro.

Os acusados foram indiciados pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe,  meio cruel e com recurso que dificultou a defesa da vítima. Eles responderam também pela corrupção dos menores que se envolveram no delito.

Os réus deverão cumprir pena em regime inicialmente fechado. O magistrado manteve a prisão preventiva de Walber e Samuel fundamentado na garantia de ordem pública e no perigo que a liberdade dos réus traria.

Caso

Consta nos autos que na manhã do dia 29 de janeiro de 2019, populares acharam restos mortais de uma mulher em via pública, localizando depois a cabeça e outras partes do corpo em um barranco no conjunto Barnabé Oiticica, na Mata do Rolo, em Rio Largo.

Os acusados e os menores envolvidos encurralaram Mylca, passaram a esfaqueá-la e por fim jogaram um paralelepípedo em sua cabeça. Após a execução, a mulher teve a cabeça e o coração arrancados.

Um dos acusados afirmou que teria sido ameaçado pela vítima um dia antes do delito. Os envolvidos faziam parte de facções criminosas rivais.

*Dicom TJAL