Aguarde. Carregando informações.
Justiça

MPE/AL retoma as atividades presenciais e adota escala por revezamento com 50% do recurso humano

MPE/AL retoma as atividades presenciais e adota escala por revezamento com 50% do recurso humano

(Imagem: Reprodução)

Membros e servidores do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE/AL) retomaram as atividades presenciais nesta segunda-feira (14). Para maior segurança, todas as medidas sanitárias são mantidas e uma cartilha reforçando as orientações foi confeccionada e disponibilizada. O retorno, a princípio, é com 50% do recurso humano, por revezamento, e o atendimento ao público somente em caso específico, por agendamento. Todas as decisões foram tomadas em reunião com o grupo de trabalho, instituído para discutir e planejar , implementar, acompanhar e divulgar as medidas de retorno gradual dos serviços presenciais.

Por determinação do procurador-geral de Justiça, Márcio Roberto Tenório de Albuquerque,  a diretoria-geral agilizou a aquisição de nova remessa de Equipamento de Proteção Individual (EPI), a exemplo de máscaras e face shield , além de álcool em gel e a 70%,  material de higiene que foram disponibilizados para as unidades institucionais, priorizando a primeira distribuição às unidades com órgão de execução e atendimento mais efetivo à população. Razão pela qual, na semana passada, foram enviados kits com material necessário para 21 municípios.

“Tivemos todos os cuidados possíveis para que membros e servidores retornassem com segurança, afinal tratamos de vidas. Além de termos a obrigação de cuidar dos membros e servidores, colaboradores, temos também que cuidar do cidadão. Há um planejamento eficaz para que sejam cumpridas as normas sanitárias, já distribuímos máscaras, álcool e material de limpeza para os locais onde há previsão de atendimento maior ao público, também aguardamos o recebimento de tapetes sanitários, termômetros e totens que irão, sem dúvidas, ajudar ainda mais nesse processo”, afirma o procurador-geral de Justiça.

Em todos os setores das unidades do MPE/AL foi determinado que houvesse o uso de máscaras, o distanciamento, bem como a higienização de mesas e maquinário durante o trabalho. Também foi definido o uso individual, no máximo duas pessoas, no elevador, dando preferência à escada. Fica proibida qualquer aglomeração nos corredores e nos cômodos das unidades.

Membros e servidores considerados de grupo de risco continuarão em home office. O chefe ministerial, com o grupo de trabalho, acordou que pais com filhos de até dois anos de idade também podem permanecer em casa.

*Redação Alagoas Alerta com Assessoria