Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quinta-Feira, 13 de dezembro de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Maceió

Alunos da Ufal criam MasterChef Vergel e proporcionam oficinas de gastronomia

Alunos da Ufal criam MasterChef Vergel e proporcionam oficinas de gastronomia

(Imagem: Reprodução/Ascom Ufal)

Cozinhar é um ato de amor. Ensinar adolescentes e mesmo adultos a cozinhar, compartilhando conhecimentos, torna a ação ainda mais especial. E foi o que o estudante do curso de Administração da Ufal, Weslley Fernandes fez. Intitulado de MasterChef Vergel, o projeto é uma oficina de gastronomia educativa, que surgiu na disciplina de Gestão de Projetos, conforme orientação do professor Eugênio Gomes, que solicitou a realização de um projeto social. Além de Fernandes, Jadiel Pimentel, Luiz Victor, Wallace Almeida e Waldir Ribeiro ajudaram no desenvolvimento da ação.

Em reunião com a equipe, para definição do que seria feito, Fernandes então resolveu compartilhar com os colegas que estudava sobre gastronomia, e havia feito um curso de confeiteiro. "A reação de todos foi de curiosidade e entusiasmo, e Jadiel, que já tinha contato com o pessoal da ONG MandaVer, localizada no bairro do Vergel do Lago, contou que o local disponibilizaria da infraestrutura que precisávamos. 'Linkamos' então a ideia da valorização da matéria prima local, o sururu, o ouro da Lagoa Mundaú e outros ingredientes básicos que famílias mais pobres da região pudessem reproduzir as receitas em casa através de livretos contendo o menu realizado no dia da oficina e a história do projeto'', disse.

Os adolescentes e jovens de 13 a 15 anos e alguns adultos interessados foram divididos em duplas, que cozinharam por bancada de trabalho, sendo seis no total. A oficina consistiu em três etapas, e assim como um restaurante, tinha a entrada: tapioca brulée com guacamole; o prato principal: moqueca de sururu com farofa de banana; e a sobremesa: cartola de queijo coalho com sorvete de baunilha. O estudante afirma que durante a execução das receitas, critérios como sinergia de equipe, técnica e sabor foram avaliados como prerrogativa para a premiação final aos três melhores participantes.

"A ideia de competição surgiu ao longo do tempo durante as etapas de planejamento do projeto. Onde, inicialmente, seria apenas uma aula expositiva, passou a oficina com participação voluntária e por fim, engajamento total com a competição", destacou.

A premiação para o primeiro colocado foi R$150, com o apoio do restaurante Outback Brasil, e os segundo e terceiro colocados foram premiados com lanches do Sanduba do Careca.

Fernandes destaca os beneficiados com a realização do projeto: ''Os alunos da ONG MandaVer, que puderam vivenciar uma nova experiência, visto as oficinas que já participam de ballet, artes marciais, coral, futebol e etc., e o bairro do Vergel do Lago como um todo, que vem desenvolvendo um belo trabalho de empreendedorismo social através de seu idealizador Carlos Jorge. Portanto, foi um grande prazer contribuir com mais uma oficina, novas técnicas e premiações", externou.

Apoio do RU

O Restaurante Universitário (RU), apoia diversos projetos e pesquisas de toda a Universidade fornecendo matérias primas, e com a oficina não foi diferente. O estudante relata que participou de um projeto de extensão junto ao RU, durante dois anos, e viu a possibilidade de conversar com a gerente, Milena de Castro, para solicitação do fornecimento de grande parte dos ingredientes básicos.

Fernandes afirma que o atendimento à solicitação de apoio institucional foi além das expectativas, e foram disponibilizados hortifrutis, cereais e laticínios, para a realização da oficina, e alegria de todos.

*Redação Alagoas Alerta com Ascom Ufal 

Comentários