Aguarde. Carregando informações.
MENU

Segunda-Feira, 24 de setembro de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Maceió

Bairro do Benedito será o 1º a receber ações sociais e assistenciais nesta quinta (12)

Bairro do Benedito será o 1º a receber ações sociais e assistenciais nesta quinta (12)

(Imagem: Reprodução)

Com o objetivo de ofertar serviços socioassistenciais para pessoas de baixa renda, a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), por meio da Diretoria de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos, inicia, nesta quinta-feira (12), o Projeto Direitos Humanos na Comunidade. O primeiro bairro a receber as ações será o Benedito Bentes. As atividades acontecem de 13h às 17h em uma estrutura montada nas imediações da Associação de Moradores do Conjunto Paulo Bandeira.

A ação itinerante, que tem como objetivo facilitar o acesso dos moradores da região à garantia dos direitos, vai ofertar diversos serviços sociassistenciais como atendimento de inserção e recadastramento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e Cadastro Único (CadÚnico), além de divulgação dos projetos ofertados nos equipamentos sociais da comunidade.

Já na área da Saúde, o PAM Salgadinho estará presente realizando exames de HIV, sífilis e hepatite B e C. Os profissionais da Casa Rosa farão encaminhamentos para exames de citologia e mamografia e a Associação Pestalozzi de Maceió realiza aferição de pressão e glicose.

A banda Afrollozi, do Centro Inclusivo Genilda Porto, se apresenta no espaço, junto com grupos da comunidade.

A ação irá contar com a presença das Coordenações dos Direitos da Mulher, da Pessoa Idosa, da Pessoa com Deficiência, Coordenação de Promoção Igualdade Racial e a Coordenação de Diversidade Sexual da Semas.

Para a diretora de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos da Semas, Sonaly Bastos, o Projeto é uma maneira de levar informações às comunidades. “O objetivo é fazer com que essas pessoas tenham a garantia de acesso aos seus direitos. Muitos nem sabem que existe uma coordenação dedicada a cada um delas e é isso que vamos fazer lá”, disse.

*Redação Alagoas Alerta com Assessoria

Comentários