Aguarde. Carregando informações.
MENU

Sábado, 20 de outubro de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Maceió

Festas juninas aumentam movimento no Mercado do Artesanato

Festas juninas aumentam movimento no Mercado do Artesanato

(Imagem: Ascom Semtabes)

A procura pela caracterização dos personagens do São João tem aumentado a movimentação no Mercado do Artesanato, no bairro da Levada. No local, os comerciantes apostaram na oferta de diversidade de roupas típicas da época e de adereços juninos de todos os tipos.

O pequeno Miguel, de três anos, saiu como matuto depois que visitou o mercado com seus pais. João Carlos Bezerra já havia comprado a roupa de Lampião, traje oficial da quadrilha do filho, e voltou para buscar a camisa, o chapéu e a gravata. “Vim semana passada e encomendei uma. Hoje eu vim comprar outra. A diversidade do Mercado do Artesanato é grande e o preço é um atrativo a mais. O Miguel está saindo hoje um matuto completo”, afirma João Carlos.

Além das tradicionais roupas de São João, o mercado ainda conta com a comercialização de diferentes acessórios, como bandeirolas, placas de santos, espantalhos, cestas de palha, abanador, chapéus de palha, balão junino, decoração com tecido de xita, entre outros.

Com as festas se aproximando, os permissionários estão animados para receber mais visitantes. “No São João, todo mundo comemora. A gente está esperando, mesmo com essa crise, ter boas vendas. Os clientes estão começando a aparecer e ainda dá tempo de vir, olhar os preços, pesquisar e comprar. Aqui o preço está o melhor e tem muito carinho”, ressalta a comerciante Jaqueline Rêgo.

O artesão Estevão da Costa se preparou especialmente para as festas juninas. “A gente mesmo produz para essa época. Esperamos ter um movimento bom agora para o São João. É uma oportunidade para que quem ainda não conhece o mercado vir nos visitar e aqueles que já conhecem retornarem”, convida Estevão.

 Mercado do Artesanato funciona no bairro da Levada e fica aberto de segunda a sábado, das 7h às 17h, e aos domingos das 7h às 12h.

*Redação Alagoas Alerta com Assessoria

Comentários