Aguarde. Carregando informações.
MENU

Segunda-Feira, 14 de outubro de 2019 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Maceió

Visa Maceió realiza capacitação de ambulantes para manipulação de alimentos

Visa Maceió realiza capacitação de ambulantes para manipulação de alimentos

(Imagem: Reprodução)

Com o objetivo de qualificar o trabalho de ambulantes na capital, a Vigilância Sanitária de Maceió (Visa Maceió) segue capacitando trabalhadores, por meio de um curso de boas práticas de manipulação de alimentos. A terceira edição da formação aconteceu nesta terça-feira (17), na sede da Visa, em Jaraguá.

O curso está sendo realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), responsável pela autorização de funcionamento e atuação desses ambulantes. A partir de agora, apenas com a realização do curso é que os ambulantes conseguem a licença, para promover a qualidade e segurança do serviço prestado aos maceioenses e visitantes.

“Esse curso é voltado para esses profissionais que não precisam de licença da Vigilância Sanitária, apenas uma de funcionamento. Por isso, nos juntamos em um movimento, para que os ambulantes, antes de serem autorizados a atuar em Maceió, tenham inicialmente uma capacitação básica”, explica o coordenador-geral da Visa de Maceió, Nelson Menezes.

A nutricionista da Visa de Maceió e instrutora do curso, Amanda Barros, destacou os pontos abordados no curso, levando em consideração normas sanitárias, para que possa organizar e melhorar a questão da higiene e segurança alimentar do consumidor.

“Essas boas práticas envolvem diversos pontos que devem ser avaliados. No curso, a gente trabalha os contaminantes alimentares, quais as doenças que são transmitidas por alimentos, os sintomas, a manipulação higiênica, a recepção, o fracionamento, a conservação, o armazenamento, a exposição, a estrutura física, os utensílios e equipamentos e descarte de resíduos”, detalha.

A nutricionista frisou que o curso se baseia na Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nº 216/2004, que dispõe das condições de boas práticas de manipulação.

Banner PMM Educação

“A população é a maior beneficiada, porque se o estabelecimento produz alimentos de melhor qualidade, mais seguros e livres de contaminantes, isso é algo positivo para saúde da população, garantindo a saúde individual e coletiva, que também é um objetivo da Vigilância Sanitária”, enfatiza Amanda.

O curso também é importante para ambulantes. “Uma vez que eles praticam essas normas sanitárias, diminuem os riscos de contaminação do alimento e isso traz uma melhor prestação de serviços e também acaba ocasionando uma satisfação maior da clientela”, completa a nutricionista.

A Visa Maceió vai disponibilizar um selo para esses ambulantes, demonstrando que o profissional já passou por um curso de boas práticas de manipulação de alimentos. “Com isso, a gente vai nivelando e trazendo conceitos de saúde, qualidade, de segurança alimentar e higiene”, pontua o coordenador.

*Redação Alagoas Alerta com Ascom SMS

Comentários