Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 28 de fevereiro de 2024

Polícia

DRACCO prende líder de grupo que causou prejuízo milionário a empresas de telefonia

DRACCO prende líder de grupo que causou prejuízo milionário a empresas de telefonia

(Imagem: Reprodução)

Policiais civis da Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO) prenderam, na manhã desta quinta-feira (8), um homem de 43 anos acusado de ser o chefe de um grupo criminoso que vinha furtando equipamentos de empresas de telefonia em Maceió e em outras capitais do Nordeste.

Usando serras e outras ferramentas, o homem arrombou, nesta madrugada, um contêiner da empresa Claro, no bairro da Pajuçara, e retirou um equipamento de distribuição de internet avaliado em mais de R$ 100 mil. Com o furto qualificado, os usuários do serviço da operadora ficaram sem sinal de rede móvel de dados.

Segundo o delegado da DRACCO, Sidney Tenório, que coordenou a investigação, o grupo passou a ser monitorado desde o dia 31 de dezembro do ano passado, quando realizou o primeiro de cinco furtos semelhantes na cidade de Maceió.

“A estimativa é de que, só em Alagoas, o prejuízo tenha sido de R$ 500 mil em cinco ações, mas facilmente o grupo tenha furtado equipamentos na ordem de R$ 4 milhões em Maceió, Aracaju (SE) e Salvador (BA) nos últimos meses”, frisou o delegado.

O trabalho agora é para identificar outros envolvidos diretamente nos furtos e os receptadores dos equipamentos, já que são de alto valor comercial e que já devem ter pessoas certas a serem entregues.

“É um trabalho que vai se aprofundar ainda mais com essa prisão, que contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal”, concluiu Sidney Tenório.

*Redação com Assessoria