Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 29 de maio de 2024

Polícia

Drogas e armas de fogo são retiradas de circulação pela Polícia Militar

Drogas e armas de fogo são retiradas de circulação pela Polícia Militar

(Imagem: Ascom PMAL)

Ações distintas da Polícia Militar terminaram com prisões e apreensões em diversas regiões de Alagoas. Um caso de tráfico de drogas foi registrado pelo Pelopes do 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM), na tarde de quarta-feira (10), no município de Joaquim Gomes. O fato, que ocorreu na comunidade Matadouro, culminou com a apreensão de 65 gramas de crack, cinco gramas de cocaína, 24 pedras de crack, uma bombinha de maconha, duas balanças e um cartão de crédito.

O flagrante se deu após denúncia feita por moradores. A dupla suspeita estava dentro do cemitério no momento em que a PM chegou. Ambos conseguiram fugir em meio a uma área de vegetação, não sendo mais localizados. Na fuga, porém, deixaram para trás o material apreendido. O caso foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil

No mesmo dia, no município de Atalaia, as equipes do Pelopes da 3ª Companhia de Polícia Militar Independente (CPM/I) foram acionadas para uma ocorrência envolvendo tentativa de homicídio, mas que foi concluída com 102 gramas de maconha apreendidos.  Inicialmente, os militares foram até o hospital e conversaram com a vítima, que sobreviveu ao atentado, e em seguida iniciaram as buscas ao possível responsável pelo crime.

Na residência do suspeito, com a devida autorização, ele negou qualquer envolvimento com o ocorrido, mas confessou possuir drogas na residência. A droga estava escondida sob o colchão. O homem foi encaminhado à Delegacia Regional de União dos Palmares para adoção dos procedimentos cabíveis.

Por volta de 5h20, no município de Maragogi, o 6° BPM apreendeu um revólver calibre 38 (com duas munições deflagradas, três pinadas e uma intacta), além de 80 bombinhas de maconha. Cidadãos informaram ao Copom que alguns indivíduos possivelmente armados estariam realizando venda de drogas na comunidade Deda Paz, popularmente conhecido como Risca Faca. Entre os indivíduos estaria o homem conhecido como um dos chefes do tráfico no local.

Na chegada ao ponto indicado, o autor foi reconhecido e portava uma arma de fogo. Enquanto tentava empreender fuga, ele efetuou diversos disparos contra a guarnição, que respondeu à injusta agressão.  Ele foi atingido e socorrido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), porém não resistiu. O caso foi encaminhado ao Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Matriz de Camaragibe.

Já em Piaçabuçu, no bairro Brasília, um homem foi preso por violência contra a mulher e não pagamento de pensão alimentícia por militares do 11º BPM. A guarnição militar de serviço no CISP sediado na cidade foi acionada pela Central de Operações para atender uma ocorrência de possível crime de Dano.

Na chegada ao endereço, o autor, de 38 anos de idade, foi encontrado apresentando comportamento agressivo. Ele teria quebrado mobílias e ateado fogo ao colchão na casa onde residia com a esposa. Ela havia sido agredida fisicamente, atingida por uma gaveta, e encontrado proteção na casa de vizinhos.

A guarnição conseguiu debelar o fogo e conter o suspeito. Ele foi algemado (para preservar a própria integridade física, a de terceiros e da própria equipe policial) e, como apresentava um ferimento no braço, precisou ser levado a uma unidade de saúde, onde recebeu atendimento. Após a liberação hospitalar, autor e vítima foram conduzidos ao CISP de Penedo. Junto à Polícia Judiciário foi verificado que havia um mandado judicial em desfavor do suspeito por não pagamento de pensão alimentícia. Ele também foi autuado pelo crime de Lesão Corporal enquadrado na Lei Maria da Penha.

*Agência Alagoas