Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 29 de maio de 2024

Polícia

Polícia Civil apreende adolescente acusado de atirar em aluno em escola de Igaci

Polícia Civil apreende adolescente acusado de atirar em aluno em escola de Igaci

(Imagem: Reprodução)

A Polícia Civil de Alagoas apreendeu, na manhã desta quinta-feira (18), um aluno de 16 anos, acusado de ter atirado em outro aluno, de 15 anos, por volta das 7h30, na Escola Coité das Pinhas, no município de Igaci, no Agreste alagoano. Em depoimento na Delegacia de Igaci, o acusado teria informado que a motivação do ato infracional ocorreu porque a vítima estava namorando com a sua ex-namorada.

A vítima R.D.S., de 15 anos, foi socorrida e levada às pressas para o Hospital de Emergência do Agreste, em Arapiraca. De acordo com o boletim disponibilizado pela unidade hospitalar, o adolescente foi alvo de 5 tiros na região cervical, tórax, abdome, membro superior direito e membro superior esquerdo. Os procedimentos realizados pela equipe médica foram tomografia computadorizada cervical, tórax e abdome.

A vítima chegou ao Hospital de Emergência do Agreste consciente, orientada, em situação estável. O adolescente relatou que foi chamado na sala de aula e, ao sair, foi abordado com os tiros. Ele disse ainda que não conhecia a pessoa responsável pelo ato infracional.

Ao tomar conhecimento do que aconteceu na Escola Coité das Pinhas, em Igaci, o Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), determinou a suspensão das aulas, que devem ser retomadas na próxima semana.

A Seduc também já adota as providências necessárias para garantir a devida assistência à vítima, reafirmando o seu compromisso com a segurança e bem-estar de toda a comunidade escolar.

O Governo de Alagoas lamentou a fatídica ocorrência e tem sido extremamente atuante no desenvolvimento de ações para disseminar a cultura da paz, prevenindo e combatendo toda e qualquer forma de violência nas escolas, a exemplo da prática de bullying, com o Batalhão de Polícia Escolar (BPEsc) tendo realizado quase 4 mil visitas às escolas das redes pública e privada de Alagoas em 2023.

Some-se a isso a realização de simulados integrados, na capital e interior, sobre como reagir a um eventual ataque, ocasião em que os vigias escolares passam por capacitação que inclui, inclusive, noções de primeiros socorros.

Com o programa Coração de Estudante, o Governo de Alagoas também confere especial atenção à educação socioemocional, mediante a contratação, em fevereiro deste ano, de 60 psicólogos e 20 assistentes sociais - que desenvolvem ações de promoção à saúde mental dos estudantes da rede estadual de ensino.

*Agência Alagoas, com assessorias