Aguarde. Carregando informações.
Saúde

O que é anfetamina e quais são os seus efeitos para a saúde?

A anfetamina é uma substância sintética que pode levar a dependência, causando inúmeros danos ao organismo. Conheça seus principais efeitos.

O que é anfetamina e quais são os seus efeitos para a saúde?

(Imagem: divulgação)

O fácil acesso a substâncias psicoativas torna a dependência química um problema de saúde pública. Infelizmente, o abuso de drogas é uma realidade enfrentada por milhares de famílias ao redor do país e do mundo.

Sendo um transtorno psiquiátrico, ele age diretamente no sistema nervoso central, consequentemente causando alterações no comportamento e bem-estar do indivíduo.  A dependência química, embora incurável, é passível de tratamento em uma clínica de recuperação no Rio Grande do Norte e em outras regiões do Brasil.

Uma dessas substâncias, embora não tão conhecida, é a anfetamina — responsável por causar uma falsa sensação de bem-estar e disposição. Normalmente, a anfetamina é utilizada por aqueles que desejam passar a noite acordados, já que a droga força o cérebro a trabalhar mais depressa.

Existem várias drogas sintéticas que pertencem ao grupo das anfetaminas, como a metanfetamina (speed) e a metilenodioximetanfetamina (ou simplesmente MDMA ou Escstasy), substâncias consumidas de forma ilegal.

Entretanto, existem algumas delas que podem ser comercializadas sob a forma de remédio, especialmente no tratamento de crianças com Transtorno de Déficit de Atenção (TDAH) ou em adultos que sofrem de narcolepsia, condição neurológica crônica que causa o sono excessivo.

Quando o uso da anfetamina é controlado, para uso medicinal e prescrito por um especialista, ele não apresenta risco significativo para a saúde.

Porém, o consumo excessivo (em especial dos entorpecentes ilegais) pode acarretar em inúmeros problemas que comprometem a saúde física e as habilidades cognitivas de cada indivíduo, e requer avaliação e tratamento em clínicas de recuperação no Tocantins.

Conheça mais sobre os efeitos da droga no organismo e os riscos da dependência.

Como a anfetamina age no organismo do dependente químico?

Assim como outras drogas psicoativas, a anfetamina atua sobre o sistema nervoso central, promovendo uma sensação de bem-estar e aumento da autoestima. Quando sob efeito dela, o indivíduo se sente autoconfiante para fazer qualquer coisa.

Entretanto, quando a anfetamina deixa o organismo (em cerca de 8 ou 12 horas), é comum que o indivíduo se sinta angustiado, apresentando um quadro de ansiedade e depressão. Dessa forma, há o estímulo da necessidade de consumir mais — e quanto maior for a tolerância do corpo para com a anfetamina, maior tende ser a dosagem.

Principais sintomas

Dependendo da dosagem de anfetamina, a substância pode agir de diferentes formas. Os sintomas mais comuns a se observar são taquicardia, palidez na pele, insônia, náusea, fadiga, depressão, dilatação das pupilas, espasmos no maxilar, visão turva e possíveis crises de bulimia.

Um tratamento para dependência em uma clínica de recuperação em Goiás é indispensável para reverter os danos causados pela droga.

Quais os danos que a anfetamina causa no organismo?

Em decorrência do aumento das capacidades físicas e psíquicas, o consumo desenfreado de anfetamina compromete gravemente a saúde do coração, cérebro e pulmões, causando cansaço excessivo, taquicardia, lesões cerebrais, alterações na pressão arterial, acidentes vasculares e isquemias, além de convulsões e outros problemas graves.

A anfetamina é uma substância que oferece risco para todas as pessoas que a consomem, especialmente entorpecentes como metanfetamina e ecstasy. Nesse contexto, a dependência deve ser tratada em centros especializados, como clínicas de reabilitação no Ceará e em outras regiões do país.