Aguarde. Carregando informações.
MENU

Segunda-Feira, 16 de maio de 2022

População de rua é acolhida em abrigos!

COLUNISTAS Cauê Castro

Políticas Públicas e Juventude. Advogado, pós graduando, desenvolve atividades com a juventude da Igreja e no combate à dependência química.

População de rua é acolhida em abrigos!

População de rua é acolhida em abrigos!

Rafael Machado (Imagem: )

Desde o começo dessa pandemia, vários grupos tem se mobilizado para dar a população em situação de rua um local para que possam se proteger do coronavírus e, ao mesmo tempo, receber todo o cuidado necessário durante a quarentena.

Pensando nisso, a Federação RECRIAR, o Movimento População de Rua, e a Casa de Ranquines conseguiram, junto ao Governo do Estado e a Prefeitura, uma Escola onde estão abrigando 150 moradores em situação de rua, bem como 30 idosos numa casa que foi cedida pela Arquidiocese de Maceió.

O Presidente do Movimento População de Rua, Rafael Machado, disse que: "Esses abrigos são fundamentais nesse momento de pandemia, e desde o começo estamos lutando para que o máximo de pessoas em situação de rua possam ser acolhidas".

Nos abrigos é oferecido um local para dormir, alimentação, kits de higiene e material de limpeza. Além disso, todos os dias existe uma programação que os acolhidos participam para que não fiquem ociosos.

Frei João, da Casa de Ranquines, disse que: "é um trabalho árduo, mas que tem dado certo pela união de forças de vários entes. Graças a esse mútuo apoio estamos conseguindo levar até os acolhidos tudo aquilo que é necessário para o sustento".

Os abrigos são mantidos com a ajuda da Prefeitura, do Estado e, principalmente das doações feitas pela população.

"Nosso maior apoio tem sido da população, que viu que nosso trabalho prestigia aquele que é mais necessitado. Por isso queria agradecer a cada um que está doando e pedir que continuem olhando para nós com carinho, pois estaremos por aqui enquanto perdurar a pandemia". Finalizou Rafael Machado.

 

Casa de Ranquines.