Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 28 de fevereiro de 2024

Educação

Semed apresenta à Controladoria da União resultado de projeto com alunos

Semed apresenta à Controladoria da União resultado de projeto com alunos

(Imagem: Ascom Semed)

Técnicos da Secretaria Municipal de Educação (Semed) apresentaram à Controladoria Geral da União (CGU) Regional Alagoas os resultados do programa “Um por todos e todos por um”, desenvolvido em 34 unidades escolares da rede municipal de ensino em 2023. O encontro aconteceu na sede da secretaria, na quinta-feira (8).

O programa, que visa despertar nos estudantes o interesse por temas relacionados à ética e à cidadania, é uma iniciativa da CGU, em parceria com o Instituto Mauricio de Sousa. Em Maceió, a iniciativa atendeu 59 turmas do 5º ano, em 34 escolas.

O superintendente da GGU-AL, Nelton Martins Yin Filho, e Danielle Galdino, assessora técnica do órgão, foram recebidos pela secretária de Educação, Jó Pereira, e por técnicos da Semed, que apresentaram resultados das ações, trabalhadas durante todo o ano letivo de 2023, e as perspectivas de continuidade do programa neste ano, atendendo mais unidades escolares.

Jó Pereira pontuou que a iniciativa é importante, pois incentiva os estudantes da rede municipal de ensino a desenvolverem consciência coletiva, contribuindo para a formação de adultos engajados e participativos em suas comunidades.

“É essencial que nossas crianças conheçam as responsabilidades e os ganhos de trabalhar em comunidade, que entendam o funcionamento do poder público e, também, combatam a corrupção”, afirmou a secretária.

Nelton Martins também comemorou os resultados e parabenizou os envolvidos: “Nas escolas que aderiram obtivemos sucesso”.

Kátia Lessa, coordenadora técnica de Políticas Intersetoriais da Semed, explicou que, com o início do ano letivo na rede municipal, as escolas serão devidamente orientadas sobre adesão do programa, acompanhadas pela equipe técnica, e capacitadas para ministrar o curso.

A coordenadora expressou ainda entusiasmo com a perspectiva de trabalhar com o programa nas escolas, reconhecendo o potencial transformador na vida dos estudantes.

No encontro, o servidor Valter Tenório, assistente social, co da Semed, contou sua experiência trabalhando com o programa: “Foi muito positiva. Ao trabalhar com a diversidade, a partir das dinâmicas orientadas, os alunos começaram a respeitar as diferenças, cortar os apelidos e interagirem mais”.

“Conseguimos resultados muito importantes, tanto pelos professores quanto pelas crianças. Elas se auto reconheceram, se sentiram motivados quando tiveram contato com o material. A partir daí tivemos um respeito mútuo, além da participação dos pais no projeto” concluiu.

*Secom Maceió