Aguarde. Carregando informações.
Esportes

Primeiro medalhista do Brasil na Olimpíada do Rio, Felipe Wu está fora da final do tiro em Tóquio

Primeiro medalhista do Brasil na Olimpíada do Rio, Felipe Wu está fora da final do tiro em Tóquio

(Imagem: Wander Roberto/COB)

Acabou mais cedo o sonho de Felipe Wu repetir a dose da Rio 2016 e abrir o quadro de medalhas do Brasil. Primeiro brasileiro a subir no pódio dos Jogos Olímpicos há cinco anos, quando ficou com a medalha de prata, o atirador foi eliminado na primeira fase da pistola de ar 10m em Tóquio 2020. O brasileiro terminou na 32ª colocação em disputa entre 36 atiradores no Campo de Tiro de Asaka.

Felipe Wu teve desempenho ruim em Tóquio — Foto: Wander Roberto/COB

Felipe Wu teve desempenho ruim em Tóquio — Foto: Wander Roberto/COB

Com média de 9.433 pontos, Felipe Wu somou 566 pontos e ficou na frente somente de quatro adversários. O indiano Chaudhary Saurabh foi o primeiro colocado e surge como favorito na final que contará com dois chineses: Bowen Zhang, que ficou na segunda colocação, e Wei Pagn, em sétimo.

Classificação final de Felipe Wu nos Jogos de Tóquio — Foto: Reprodução

Classificação final de Felipe Wu nos Jogos de Tóquio — Foto: Reprodução

Classificados para a final na pistola de ar 10m:

  • Chaudhary Saurabh (Índia)
  • Bowen Zhang (China)
  • Christian Reitz (Alemanha)
  • Pavlo Korostylov (Ucrânia)
  • Javad Foroughi (Irã)
  • Mose Kim (Coreia do Sul)
  • Wei Pang (China)
  • Damir Mikec (Sérvia)
 

Depois da prata na prova da pistola de ar 10m na Rio 2016, Wu teve um ciclo mais complicado nos últimos cinco anos, em que precisou lidar com uma grave lesão e ainda com a pandemia, que dificultou os treinamentos e os patrocínios para uma modalidade sem tanto apoio no Brasil.

Ao lado da esposa, que também é atleta do tiro esportivo, e do enteado, uma jovem promessa da modalidade, Wu concluiu a preparação e se garantiu em Tóquio através do ranking mundial.

O tiro esportivo é num dos esportes mais tradicionais das Olimpíadas. Só não esteve no programa olímpico em dois Jogos, Saint Louis 1904 e Amsterdã 1928. A modalidade foi responsável pelas primeiras medalhas do Brasil na história dos Jogos Olímpicos. Em 1920, na Antuérpia, Guilherme Paraense foi ouro no tiro rápido individual, Afrânio Costa foi prata na pistola livre, e os brasileiros ainda conquistaram o bronze por equipes.

*GE