Aguarde. Carregando informações.
MENU

Terça-Feira, 19 de março de 2019 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Mundo

Menina Down realiza sonho de ser comissária de bordo

Menina Down realiza sonho de ser comissária de bordo

(Imagem: Divulgação)

Uma menina de 17 anos com síndrome de Down e problemas de saúde, conseguiu realizar o sonho de se tornar comissária de bordo, graças à American Airlines.

Shantell “Shannie” Pooser nasceu com problemas cardíacos e nas vias aéreas terminais.

A mãe dela, Deanna Miller-Berry, disse à CBS News que sua filha nasceu para desafiar as probabilidades.

Durante anos, Shannie viajou de um lado para o outro da Dinamarca, Carolina do Sul, para o Hospital Infantil de Cincinnati nos EUA, para tratamentos e cirurgias.

Em 2016, ela fez uma grande cirurgia que salvaria sua vida. Os médicos disseram a Miller-Berry, quando sua filha saiu da cirurgia, que ela não estava bem.

No entanto, “Ela saiu cantando ‘Let it go’ de Frozen”, disse Miller-Berry.

Os cirurgiões ficaram perplexos pela garota sair da cirurgia falando e cantando na UTI'”.

Foi o momento em que Miller-Berry percebeu que sua filha tinha uma paixão pela vida que não podia ser desperdiçada.

Lista dos desejos

“Eu fiz um voto a Deus. Eu disse: ‘Shannie, não importa o que você queira fazer quando melhorar, faremos uma lista de desejos e eu farei isso acontecer. Se você viver o suficiente, eu vou tornar seus sonhos realidade”, contou Miller-Berry.

Shannie fez uma pequena lista e o primeiro sonho foi realizado em seu aniversário de 17 anos, em outubro: ser comissária de bordo.

A mãe enviou uma carta a um amigo da American Airlines.

Festa no Boeing

Foi então que recebeu uma ligação de um piloto que disse que faria algo ainda maior que uma festa de aniversário. “Ele disse: ‘Vamos dar sua festa de aniversário em um jato da Boeing'”.

A festa de aniversário era mais do que a mãe e a filha poderiam ter sonhado.

Toda a primeira fila foi preenchida com os amigos de Shannie e celebridades locais apareceram para a viagem, como o prefeito de Columbus, na Carolina do Sul.

Miller-Berry ficou chocada com a generosidade da companhia aérea, mas a surpresa para Shannie não parou por aí.

A surpresa

A American Airlines descobriu que Shannie  queria era ser comissária de bordo. Então, mandou para ela um uniforme oficial e um distintivo para que ela desempenhasse a função no vôo e todos os outros vôos depois disso.

Devido a sua condição, Shannie tem não consegue fazer vôos longos. No entanto, ela pôde voar para Cincinnati muitas vezes.

Ela geralmente ajuda os comissários de bordo a demonstrar as instruções de segurança.

Até agora, a jovem trabalhou com o uniforme completo cerca de quatro vezes desde o seu vôo de aniversário.

Outros sonhos

Os itens restantes da lista são: conhecer a família Obama, dançar no show de Ellen DeGeneres e ir ao baile de formatura em um balão de ar quente.

“Ela tem um boneco de Barack Obama”, disse Miller-Berry. “E ela dorme com ele todas as noites. Ela é a única pessoa que pode dormir com Barack Obama e sair impune”, brincou a mãe dela.

Pelo menos um item da lista está engatilhado: Miller-Berry espera levar Shannie para o baile de formatura.

Ela também espera que, ao completar 18 anos, seja oficialmente contratada pela American Airlines e consiga um emprego na companhia aérea.

Para Shannie, nada é impossível. Seus sonhos continuam se realizando por causa de seu otimismo e espírito de luta.

Ela ainda vai fazer uma cirurgia de emergência e a família está confiante de que a jovem vai manter o ânimo.

Com informações MSN/CBS News

Comentários