Aguarde. Carregando informações.
MENU

Segunda-Feira, 14 de outubro de 2019 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Turismo

Destino Maceió: média de ocupação em julho e agosto é a maior em oito anos

Destino Maceió: média de ocupação em julho e agosto é a maior em oito anos

(Imagem: Divulgação)

Dados e indicadores do Turismo de Maceió apontaram um significativo crescimento na ocupação hoteleira de julho e agosto deste ano. Juntos, os dois meses registraram a maior ocupação média em oito anos, com um incremento de 14,17% em comparação a 2012. É o que apontam informações do Observatório do Turismo de Maceió, setor vinculado à Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel) responsável por reunir e analisar números relacionados aos diversos segmentos turísticos da capital alagoana.

O mês de julho deste ano registou uma ocupação de 78,18% em contraponto aos 71.65% registrados em 2012. Já o mês de agosto, apresentou uma ocupação de 69,82% em 2019, um aumento de 20% em relação ao valor registrado em 2012, quando a taxa de ocupação registrou 57,96%.

De acordo com o gestor da Semtel, Jair Galvão, esse crescimento registrado na ocupação hoteleira comprova o resultado alcançado a partir de iniciativas realizadas pela Prefeitura de Maceió em parceria com o trade turístico local. “Avançar é sempre o nosso objetivo e os dados apresentados pelo Observatório do Turismo de Maceió comprovam um resultado importante para o setor. O crescimento da média de ocupação nesses últimos anos reforça a importância do trabalho contínuo da Prefeitura de Maceió junto a um segmento fundamental para o ampliação da oferta turística na cidade”, comentou.

Turismo de eventos e negócios garante reforço na ocupação

Entre os principais motivos do crescimento da ocupação hoteleira em Maceió, está o investimento em segmentos que têm papel fundamental para a manutenção do fluxo turístico na baixa temporada, como o turismo de eventos e negócios. Aliado a este segmento, um calendário de competições esportivas nacionais e internacionais também contribuiu para aumentar a ocupação nesse período.

Em agosto, cinco grandes eventos trouxeram a Maceió mais de 10 mil participantes. Somente neste mês, a capital alagoana recebeu três grandes eventos esportivos: o Pan-Americano de Basquete 3×3, o IronMan 70.3 e a Conferência Nordeste dos Jogos Universitários (Jubs) – estes dois últimos, juntos, geraram um impacto econômico de aproximadamente 20 milhões na economia municipal. Além das competições, merecem destaque também o XI Congresso Brasileiro de Regulação e o XIX Congresso Nacional do Ministério Público do Consumidor.

Banner PMM Educação

De acordo com diretora executiva do Maceió Convention & Visitors Bureau (MC&VB), Danielle Novis, fortalecer o calendário de eventos ajuda a consolidar a capital alagoana como destino de negócios, ao mesmo tempo em que contribui para manter boas taxas de ocupação na baixa temporada do turismo de lazer. “Além dos eventos técnicos e científicos, estamos nos destacando também no segmento de esportes. O turista de eventos e negócios, além de viajar em qualquer época do ano, gasta duas vezes mais que o turista de lazer, impactando positivamente a economia local. Por isso, é tão importante a captação de congressos, feiras, simpósios e competições esportivas”, afirmou.

Alta temporada deve reforçar indicadores positivos

Os dados apresentados pelo Observatório do Turismo de Maceió reforçam a expectativa de um amplo crescimento no período da alta temporada turística que se aproxima, tendo em vista anúncios importantes de grandes operadoras de viagem para o período.

Um desses exemplos é o anúncio das três principais companhias aéreas do Brasil sobre centenas de novos voos para Maceió durante a próxima alta temporada turística. A Latam vai ampliar 15% da malha aérea ofertada, o que significa mais oito novos voos com frequências semanais vindos de Guarulhos (SP) e Brasília a partir de 27 de outubro e 1 de novembro.

A Gol disponibilizará 350 novos voos adicionais, além de uma operação regular com frequência diária vindo de Guarulhos já a partir de dezembro. Já na Azul, serão cinco novos voos extras, vindos de Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Uberlândia (MG), Goiânia (GO) e Belo Horizonte (MG), que somam mais de cinco mil assentos de dezembro a fevereiro. Além disso, a CVC vai disponibilizar mais de 90 mil assentos em voos para Maceió entre setembro deste ano e julho de 2020.

Um dos destaques do período é a realização do Natal dos Folguedos, novo produto turístico do destino e aposta da Prefeitura de Maceió para antecipar a alta temporada. O evento se consolida como um dos mais importantes do calendário turístico e cultural da cidade, ao reunir, em um mesmo espaço, cultura, gastronomia e a beleza da orla de Pajuçara, um dos maiores atrativos da capital alagoana.

*Redação Alagoas Alerta com Assessoria

Comentários