Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quinta-Feira, 19 de setembro de 2019 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Esportes

Flamengo fura retranca do CSA e vence jogo por 2 a 0 em Brasília

Flamengo fura retranca do CSA e vence jogo por 2 a 0 em Brasília

flaxcsa_sgr2xa4 (Imagem: Adalberto Marques/DiaEsportivo/Agência O Globo)

Foi na base da insistência, no grito da torcida de Brasília, e o Flamengo cumpriu seu dever diante do CSA, nesta quarta-feira, no Mané Garrincha. Diante de um adversário muito fechado e com um goleiro esperado, foram necessárias 25 finalizações para construir o placar de 2 a 0, pela nona rodada do Brasileirão. Vitinho e Gabigol, ambos de cabeça, fizeram a festa de mais de 35 mil rubro-negros na capital federal.

A vitória leva o Flamengo ao terceiro lugar na tabela, com 17 pontos - três a menos que o líder Santos e dois a menos que o Palmeiras (que tem dois jogos a menos). Já o CSA segue em penúltimo com apenas seis pontos, dois a mais que o lanterna Avaí.

Após a pausa para Copa do Mundo, o Flamengo recebe o Goiás, no Maracanã, dia 14 de julho. Na mesma data, o CSA vai até São Paulo encara o Corinthians, em Itaquera.

Foi uma vitória da persistência. Apesar da diferença de investimento e na tabela da classificação, o CSA fez um jogo duro na maioria do tempo e soube se fechar para neutralizar as ações do Flamengo. Quando o Rubro-Negro encontrava espaços, parava em Jordi. Foram seis defesas difíceis do goleiro.

De tanto insistir, o Flamengo foi premiado com dois gols de cabeça de Vitinho, após lindo passe de Everton Ribeiro, e Gabigol, em rebote após jogada de Willian Arão. No total, foram 25 finalizações contra nove do CSA e 15 chances reais de gol contra uma dos alagoanos. Bombardeio!

O árbitro Douglas Marques das Flores (SP) fazia sua estreia em jogos de Série A de Brasileirão. Talvez por isso, se cercou de tanto cuidado ao ser acionado pelo VAR durante a partida. Ainda no primeiro tempo, um lance em que a bola bateu no braço de Willian Arão foi para revisão. O árbitro foi até o monitor rever o lance e, após mais de cinco minutos de paralisação, entendeu que não houve penalidade.

Vitinho foi, de longe, o jogador que mais tentou levar o Flamengo ao ataque ao longo da partida. Não à toa, finalizou oito vezes e travou um duelo contra Jordi. Quem tenta tanto, porém, também erra muito: foram sete passes errados em 33 tentativas. E, com o ferrolho do CSA, a torcida de Brasília passou a vaia-lo.

Quando os gritos das arquibancadas pediam por Berrío, o camisa 11 foi recompensado com lindo passe de Everton Ribeiro e acertou cabeçada para tirar o Flamengo do sufoco. De imediato, as vaias de transformaram em aplausos merecidos para o substituto do lesionado Diego.

*Redação Alagoas Alerta com Globo Esporte Alagoas

Comentários