Aguarde. Carregando informações.
MENU

Terça-Feira, 07 de julho de 2020

Esportes

São Paulo recebe sondagem do Milan por Liziero

São Paulo recebe sondagem do Milan por Liziero

(Imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

São Paulo recebeu uma sondagem do Milan, da Itália, por Liziero. A consulta ainda não se tornou proposta oficial. Mas o volante tem passaporte italiano, o que pode facilitar possível transferência.

Aos 22 anos, Liziero tem contrato com o Tricolor até abril de 2023 e a multa rescisória é de 50 milhões de euros. Ele e Igor Gomes são considerados os jogadores que mais chamam atenção do mercado no elenco. Walce é outro, embora esteja se recuperando de lesão.

No ano passado, o jornal "La Gazzetta dello Sport" colocou Liziero e outros jogadores brasileiros na mira do Milan, à época com o dirigente Leonardo, hoje no PSG.

Também em 2019, o francês Éric Abidal, secretário técnico do Barcelona, viajou a São Paulo para observar jogadores. O principal alvo do ex-lateral era o volante Liziero.

Reserva no time do técnico Fernando Diniz, Liziero é monitorado por clubes do exterior há alguns anos. Nesta temporada ele fez sete partidas. No total, o volante soma 78 jogos e três gols pelo São Paulo.

Diante da grave crise financeira aumentada pela pandemia de Covid-19, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, declarou que vender jogadores será questão de sobrevivência.

O São Paulo enfrenta dificuldades financeiras para pagar salários dos jogadores. Há relatos de atrasos e reclamação de alguns atletas de que o pagamento feito em junho corresponde a 20% dos salários na carteira, abaixo dos 50% falados no início da pandemia.

Nesse sentido, Raí pretende fazer uma reunião nesta semana (possivelmente nesta segunda-feira) com os jogadores do São Paulo para explicar a situação e falar sobre os próximos passos.

A intenção do clube é pagar esses atrasos salariais e resolver parte dos problemas de caixa com o dinheiro da venda de Antony ao Ajax.

A previsão é de que a maior parte do dinheiro (9,750 milhões de euros, cerca de R$ 60 milhões) seja paga no meio de julho. Pelo acordo, o Tricolor receberá os outros 6 milhões de euros no fim do ano.

*GE