Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quarta-Feira, 01 de abril de 2020

Polícia

PM continua orientando e fiscalizando adesão ao Decreto de Emergência em Maceió

PM continua orientando e fiscalizando adesão ao Decreto de Emergência em Maceió

(Imagem: Reprodução)

Os trabalhos de orientação e fiscalização de estabelecimentos comerciais nas cidades alagoanas realizados pela Polícia Militar de Alagoas foram continuados no 2º dia de vigência do Decreto de Emergência estabelecido pelo Governo de Alagoas.

De sete horas da manhã deste domingo (22) até 7h da manhã desta segunda-feira (23), as equipes da Polícia Militar registraram, nas cidades da Região Metropolitana de Maceió, a verificação de 90 denúncias feitas pela população através do telefone do Centro de Operações da PM, o 190. 52% dessas denúncias foram verificadas no período da noite (19h às 7h).

Maior parte das denúncias foi relacionada ao funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres. Essas situações somaram 58 denúncias atendidas. Também foram atendidas situações em lojas ou estabelecimentos que pratiquem o comércio ou prestem serviços de natureza privada; templos, igrejas e instituições religiosas; academias clubes, centros de ginástica e estabelecimento similares; museus, cinemas e outros equipamentos culturais, públicos e privados; e por atividades de comércio nas praias, lagoas, rios e piscinas públicas ou outros locais. Nenhuma denúncia foi recebida ou atendida quanto a descumprimentos de shoppings centers, galerias/centros comerciais e estabelecimentos congêneres.

No primeiro dia de vigência do Decreto Governamental, a PM atendeu 99 denúncias na Grande Maceió. A maior parte delas foi também relacionada ao funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres.

Quando um policial encontrar um estabelecimento comercial aberto, ele deverá determinar o fechamento e prosseguindo o descumprimento o proprietário poderá ser autuado pelos crimes de desobediência e por infringir determinação do poder público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. Ambos estão previstos no Código Penal.

Na capital, 609 policiais militares dos batalhões, que pertencem ao Comando de Policiamento da Capital (CPC), percorreram as ruas em viaturas do serviço ordinário e Força Tarefa entre o domingo e a manhã da segunda. No interior, equipes da PM das unidades operacionais também realizam a fiscalização para coibir possíveis descumprimentos das determinações vigentes.

Governo coronavírus

*Redação Alagoas Alerta com Assessoria