Aguarde. Carregando informações.
MENU

Quinta-Feira, 13 de dezembro de 2018 | TEMPO: PARCIALMENTE NUBLADO

Esportes

Erasmo Damiani é o novo diretor de futebol do CRB: 'Preciso de criatividade'

Profissional inicia os trabalhos na sexta e fala em questão orçamentária para montar elenco

Erasmo Damiani é o novo diretor de futebol do CRB: 'Preciso de criatividade'

(Imagem: Maurícia da Matta / EC Vitória / Divulgação)

Erasmo Damiani é o novo diretor de futebol do CRB. Nesta quarta, o clube anunciou a contratação do profissional. Ele substitui Alarcon Pacheco e chega a Maceió na sexta para iniciar o planejamento da próxima temporada. O último clube de Damiani foi o Vitória.

- Quando eu chegar aí é que vou ter uma noção do que nós vamos poder trabalhar: questão orçamentária, o que podemos, quais são as carências do CRB, de posição, o que já tem renovado, o que tem em processo adiantado, jogadores que a direção e comissão técnica pretendem continuar... Então, nesse primeiro momento é ter um conhecimento geral para poder já no próprio sábado começar a trabalhar.

Perfil

Erasmo é formado em educação física, tem mestrado na área e iniciou a trajetória no futebol em 2004. Começou como supervisor da categoria de base do Figueirense e depois virou gerente do futebol profissional. O título da Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 2008, foi a principal conquista no clube catarinense.

Passou pelo Atlético-PR, foi secretário de esportes de Florianópolis e, em 2013, assumiu a coordenação da base do Palmeiras. Saiu em 2015, quando exerceu o mesmo cargo na CBF. O principal título foi o ouro nas Olimpíadas de 2016. Ele e o técnico Rogério Micale saíram da CBF após a eliminação no Sul-Americano sub-20 de 2017, em janeiro.

Trabalho no CRB

Erasmo Damiani tem a missão de formar o elenco para a próxima temporada, junto com o técnico Roberto Fernandes e a diretoria, que ainda não definiu o presidente para os próximos dois anos. Confira a entrevista com o novo diretor de futebol do CRB.

Formação do elenco

- Eu estou chegando sexta-feira em Maceió. Eu vou receber daqui a pouco as informações do que o CRB já vem conversando com alguns jogadores, o que vinha, para daí entrarmos... Tem hora que o teu nome entra no mercado e eu já recebi mais de 15 ligações, e as pessoas já colocando: "Olha, estou à disposição, quais são os jogadores que tu precisa ". (risos). Já liguei para dois ou três diretores de futebol de clubes de Série A confirmando a minha ida e já disse: "Vou precisar da ajuda de vocês para montar um time que dê condições ao CRB."

Mercado em dezembro e janeiro

- É um período que o mercado está muito ativo, alguns clubes já na frente porque têm os seus gestores mais à frente, mas agora é preciso ter a criatividade, saber os contatos que você tem, os representantes com quem você pode contar, saber se o atleta que interessa ao clube também tem o interesse de vir porque também tem a questão financeira. 

Acho que muitos atletas vão ter que passar por uma readequação financeira e buscar a informação melhor.

- Eu passei por isso no Vitória no ano passado e nós precisamos montar um time novo, muitos jogadores terminaram o contrato no final de 2017 e você tem que contratar porque já no início do ano tem uma competição que é a Copa do Nordeste, que é uma competição complicada, difícil. E o estadual, onde o CRB busca manter uma hegemonia.

Disputa com o CSA

- Tem uma disputa salutar agora porque o CSA está na Série A, então, isso faz com que a responsabilidade do CRB aumente para tentar conseguir essa mesma situação. Para o futebol do Nordeste, do estado, é muito importante, valoriza todo mundo.

*Globo Esporte 

Comentários