Aguarde. Carregando informações.
Alagoas

Renan Filho diz que vacina chega a Alagoas depois das 20h desta segunda

Renan Filho diz que vacina chega a Alagoas depois das 20h desta segunda

(Imagem: Reprodução)

A chegada das doses da CoronaVac a Alagoas atrasou. O governo informou que o primeiro lote da vacina contra a Covid-19 vai chegar ao estado às 20h50 desta segunda-feira (18). A vacinação no estado vai começar nesta terça-feira (19). Em entrevista coletiva no Aeroporto Zumbi dos Palmares, o governador Renan Filho disse que a primeira pessoa que vai ser vacinada no estado é uma funcionária do Hospital da Mulher.

O grupo prioritário é formado por indígenas, profissionais de saúde e idosos em abrigos.

A previsão inicial era que as doses enviadas pelo Ministério da Saúde chegassem ao Aeroporto Zumbi dos Palmares às 16h45. O governador Renan Filho (MDB) e o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, estavam no aeroporto quando foram informados sobre o atraso.

"O Ministério da Saúde informou que houve um atraso em Garulhos, e que ela [a CoronaVac] só chega hoje a noite aqui. Às 20h50 o avião vai estar aterrissando aqui em Alagoas", disse o secretário.

O prefeito de Maceió, JHC (PSB), também informou sobre o atraso.

"Pessoal, o Ministério da Saúde acaba de nos informar um novo horário de embarque das vacinas, com previsão de saída de Guarulhos no início da noite. Mais novidades informaremos em breve, disse".

 

O estado informou que a previsão é receber 71.080 doses da CoronaVac, mas o número só será confirmado quando as doses chegarem. O Ministério da Saúde disse que serão 87.760 doses (16.600 para a população indígena e 71.080 para profissionais de saúde e idosos em abrigos). Cada pessoa vai tomar duas doses da vacina.

A CoronaVac foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e, no Brasil, será produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo. O uso emergencial da vacina foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no domingo (17). A agência também aprovou o uso emergencial da vacina de Oxford.

*Redação Alagoas Alerta com G1