Aguarde. Carregando informações.
MENU

Segunda-Feira, 28 de setembro de 2020

Tecnologia

Você sabia? População LGBTQI+ ganha app que mapeia locais seguros; veja como funciona

Você sabia? População LGBTQI+ ganha app que mapeia locais seguros; veja como funciona

(Imagem: Reprodução)

Uma aplicativo voltado para a população LGBTQI+ foi desenvolvido pelo projeto Resistência Arco-íris da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) em colaboração com as associações Antra e ABGLT.

“Dandarah”, o nome do app, é uma homenagem à travesti Dandara Ketlyn que foi espancada e assassinada em 2017, no Ceará. As imagens do caso foram divulgadas na internet, gerando comoção e indignação em todo o país. Devido a esse tipo de violência, o projeto viu a necessidade da criação de uma plataforma que desse suporte à comunidade.

(Fonte: Google Play/Divulgação)

A ideia do app é agregar informações úteis, que os próprios usuários podem inserir, como delegacias e serviços de apoio mais próximos, além de locais seguros para a população e pontos onde já foram registradas situações problemáticas.

“Queremos que o app Dandarah seja uma fonte de informação para a comunidade LGBTI. Vamos geolocalizar locais seguros para essas pessoas e o cadastro desses ambientes será feito pelos próprios usuários.”, explica a especialista em saúde digital e idealizadora do app, Angélica Baptista, ao Portal Fio Cruz.

(Fonte: Google Play/Divulgação)

A pesquisadora afirmou que as informações trocadas no Dandarah serão compiladas em uma nuvem de dados para que especialistas poderão analisar, já que o governo ainda não possui dados consistentes sobre minorias sociais. “O app é um dos produtos finais do projeto Resistência Arco-Íris, que captou R$ 500 mil.”, declarou a pesquisadora do projeto Bruna Benevides fazendo referência a uma emenda parlamentar.

Botão de pânico

Devido aos altos índices de violência contra pessoas LGBTQI+,  Dandarah conta com um botão de pânico que, quando acionado, envia mensagens para 5 pessoas previamente selecionadas notificando que o usuário se encontra em uma situação de risco.

O app, sem fins lucrativos, está disponível somente na Google Play e em breve será lançado na App Store. O que achou dessa iniciativa? Dê sua opinião nos comentários!

*Redação Alagoas Alerta com  TecMundo